Luke e Jacaré disputam chance ao título em coletiva; Dana desconversa - Fato Amazônico

Luke e Jacaré disputam chance ao título em coletiva; Dana desconversa

Depois de finalizar Lyoto Machida com a maior facilidade na luta principal do “UFC: Machida x Rockhold”, em Newark, EUA, ontem à noite, Luke Rockhold não perdeu tempo e pediu a sua chance de disputar o cinturão dos médios ainda dentro do octógono. Na coletiva de imprensa após o evento, o atleta da AKA (American Kickboxing Academy) voltou a falar sobre o assunto, garantindo que tem certeza de que Chris Weidman vencerá Vitor Belfort no dia 23 de maio, em Las Vegas, e que, portanto, poderá enfrentar o atual campeão.

“Eu já estive lá dentro com o Vitor e eu entrarei lá a qualquer momento para enfrentá-lo novamente, adoraria ter uma revanche. Todos os grandes lutadores acabam pegos um dia, mas são os campeões que voltam, se colocam à prova e voltam ao topo. Eu sou o melhor do mundo e acredito que venceria o Weidman, o Vitor e quem quer que cruze o meu caminho. Eu quero ser o próximo ao cinturão. Quero o vencedor (de Weidman x Belfort). Claro que eu acho que o Chris vai fazer a lição de casa e se manter com o título. Já disse isso antes e vou dizer de novo: esse é o meu show. Eu ia entrar aqui hoje (ontem) e transformar o evento no meu show. Sem ofender o Jacaré, mas eu sou o desafiante número um. Sou o melhor cara da divisão e essa é a minha chance ao cinturão. Eu dominei todo mundo ao longo do meu caminho, já derrotei o Jacaré e mereço disputar o cinturão – declarou o americano, que atualmente é o quarto colocado no ranking da divisão”, disparou o falastrão Rockhold, que não teve dificuldade para vencer Lyoto Machida,

Dono da primeira posição no mesmo ranking, o brasileiro Ronaldo Jacaré também participou da coletiva e não gostou das palavras de Rockhold. Questionado sobre o que achava de tudo o que o lutador tinha acabado de dizer, o atleta da X-Gym, que finalizou Chris Camozzi no primeiro round na co-luta principal do evento deste sábado, afirmou que é a sua vez de disputar o título na sequência.

Ronaldo Jacaré venceu Chris Camozzi e agora quer cinturão

“Eu acredito 100% que é a minha vez. Eu sou o desafiante número um. Já enfrentei o Luke, mas há muito tempo e todo mundo sabe que ele não me derrotou. Os juízes lutaram por ele. Eu vim para lutar, estou pronto para o cinturão, é a minha quinta luta no UFC e eu posso finalizar qualquer um da minha divisão. É a minha vez!”, disse Jacaré.

Apesar da disputa acirrada entre os dois atletas pelo posto de próximo desafiante ao título dos médios do Ultimate, o presidente do UFC, Dana White, preferiu desconversar sobre o futuro da divisão: