Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) intensificou a realização das blitze de fiscalização da Lei Seca, que desde o inicio do ano passaram a ser realizadas quase que diariamente, em pontos estratégicos, em todas as zonas da cidade. Somente no fim de semana foram lavrados 257 autos de infração. De embriaguez ao volante a licenciamento em atraso, passando por conduzir veiculo sem estar habilitado.
“As infrações são praticamente as mesmas”, afirma o diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, embora reconheça que já é possível perceber uma melhora no nível de conscientização dos motoristas. “Hoje, quando são flagrados em situação irregular, a maioria dos condutores manifesta ter ciência do ato cometido e, alguns, chegam a pedir desculpa”, afirma o dirigente do Detran-AM.
Na intenção de proporcionar uma maior segurança no trânsito, combater a criminalidade e conscientizar os motoristas sobre os riscos da mistura álcool, celular e direção, o Detran-AM, realizou, de quinta-feira (12/04) até a madrugada de segunda (16/04), operações de fiscalização de trânsito em parceria com o Batalhão de Policiamento de Trânsito (Baptran) e Polícia Civil.
Durante as ações, que foram realizadas em todas as zonas da cidade, cerca de 850 motoristas foram abordados. Setenta e sete veículos foram retidos, sendo 17 carros e 52 motos, além de um trator de uma empresa particular que estava com licenciamento em atraso desde 2015. Os agentes também recolheram 53 Certificados de Registro e Licenciamento (CRLV) e oito Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs).
 
Orientações – Além das fiscalizações, os motoristas também eram orientados com informações educativas como o uso do sinto de segurança, o uso do acento ou cadeirinha no caso de crianças menores de nove anos dentro veículo e outras instruções que garantem uma viagem mais segura. Dois motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebida alcoólica.
Para o diretor-técnico do Detran-AM, Vinicius Diniz, que acompanhou as fiscalizações realizadas durante o fim de semana, a cada operação, os motoristas estão mais conscientes de que não devem dirigir após o consumo de bebida alcoólica. “Nós percebemos uma redução significativa do número de motoristas dirigindo embriagados. A maioria das pessoas, hoje em dia, quando vai sair para beber prefere usar aplicativos de transporte. A sociedade tem compreendido os riscos da embriaguez ao volante e a Operação Lei Seca por meio das blitze colabora para um trânsito mais harmônico”, ressalta.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •