Mais táxis clandestinos são retirados de circulação - Fato Amazônico

Mais táxis clandestinos são retirados de circulação

A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), apreendeu na sexta-feira, 16, mais dois táxis clandestinos durante operação de fiscalização realizada nas avenidas Eduardo Ribeiro e Sete Setembro, Centro. Com essas duas apreensões, já são 31 veículos apreendidos este ano por estarem realizando o serviço de táxi ilegalmente na capital.

Os carros apreendidos têm as mesmas características dos táxis comuns: são brancos, possuem identificação (TA) e taxímetros, rádio de comunicação e inclusive, o que mais chama atenção da fiscalização: a placa adulterada, pintada na cor vermelha, mesmo o veículo sendo de categoria particular. A placa vermelha é uma característica de táxis legalizados que são registrados no Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas – Detran/AM como de categoria aluguel. Os veículos de categoria particular possuem placa na cor cinza.

O diretor de transportes da SMTU, Waldir Frazão, coordenador da operação de fiscalização, explicou que este ano a SMTU tem intensificado as fiscalizações contra o transporte clandestino na cidade. “Nossa equipe está a cada semana em um local diferente da cidade. Vamos apertar o cerco contra esses infratores que acabam prejudicando a categoria que está regularizada”, afirmou.

A operação aconteceu das 8h às 9h e teve a participação de 11 fiscais de transportes da SMTU, o apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal e de agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). Foram realizadas 70 abordagens e, além dos dois táxis clandestinos, foram levados ao Parqueamento da SMTU outros dez veículos que estavam com irregularidades na documentação da permissão e do condutor auxiliar. A multa aplicada aos táxis clandestinos têm o valor de 40 UFMs (R$ 3.151,6) e as referentes as irregularidades na documentação variam de dez a 20 UFMs (R$ 787,90 a R$ 1.575,80).