Manaus é candidata a sediar o 35º Congresso de Teatro Internacional - Fato Amazônico

Manaus é candidata a sediar o 35º Congresso de Teatro Internacional

A capital do Amazonas é a mais forte concorrente para ser sede do 35º Congresso Internacional de Teatro, que acontecerá em 2016. Dirigentes do Instituto de Teatro Internacional (ITI), entidade responsável pela organização do evento estiveram em Manaus para conhecer a cidade e avaliar as potencialidades locais para a realização do evento.

Após o primeiro contato com o turismo, culinária e cultura local, os dirigentes confirmaram o interesse em realizar o congresso em Manaus. Esta será a segunda vez que um país latino-americano sedia o evento. Tampico, no México foi palco do congresso em 2006. Este ano, será realizado em Yerevan, na Armênia.

“Trazendo o congresso para Manaus, o instituto quer promover o encontro de grandes nomes e grandes experiências teatrais do mundo todo para interagir com a classe artística de Manaus, do Brasil, da Amazônia. Esse é o grande objetivo de porque estamos aqui”, declarou Tobias Biancone, diretor geral do Instituto de Teatro Internacional.

O ITI está presente em mais de cem países. Foi criado para fomentar o desenvolvimento das artes cênicas, principalmente em áreas de conflito, guerras, países subdesenvolvidos e em desenvolvimento. Caso confirme Manaus como sede, diversos espetáculos serão criados para o evento, com abertura prevista no Teatro Amazonas e encerramento no anfiteatro da Ponta Negra.

“Como o evento reúne de 400 a 500 pessoas do mundo todo, será possível discutirmos o teatro, a dança, as artes cênicas em geral. Com a realização em Manaus, teremos diretores dos países latino-americanos e da América Central que enfrentam as mesmas dificuldades que nós enfrentamos e isso será muito bom para a evolução do nosso quadro cultural. No intervalo de uma semana iremos ter diversas apresentações de grupos locais em meio a todos os debates e discussões”, afirmou Márcio Souza, presidente do Conselho Municipal de Política Cultural (Concultura)