Manausmed orienta segurados contra a tuberculose - Fato Amazônico

Manausmed orienta segurados contra a tuberculose

A prevenção, origem, causas e consequências da tuberculose foram assuntos abordados durante palestra ontem pela enfermeira Michele Queiroz, na sede do Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Manausmed), no bairro de Adrianópolis, zona Centro-Sul. A ação informativa teve como público-alvo os segurados que buscaram atendimento no órgão.

Segundo a enfermeira, a população precisa atentar para os primeiros sintomas da doença, a fim de buscar tratamento mais rápido e conseguir êxito. Febre alta e tosse por mais de três semanas devem servir de alerta para que a pessoa busque atendimento em um posto de saúde ou hospital mais próximo.

“Tuberculose é transmissível, porém, tem cura, e o tratamento é gratuito e dura seis meses. Ressalto que ele não pode ser interrompido,” explica a enfermeira.

Michele alertou, ainda, quanto à necessidade de toda a família ou as pessoas que convivem com o doente também se submeterem ao exame. “Quando a pessoa com tuberculose tosse perto de você e você não está devidamente protegido, ao inalar as gotículas, você poderá contrair a doença”, ressalta.

Servidora da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Ilza Marques, 42, foi uma das seguradas que aproveitou o tempo de espera no atendimento para esclarecer dúvidas. “Meu pai teve tuberculose e por falta desses esclarecimentos não pudemos cuidar dele da forma correta. Esclareci dúvidas com a palestrante hoje e saio daqui melhor informada”, disse.

Tuberculose foi o quarto tema abordado durante a Semana da Saúde do Manausmed. Nesta sexta-feira, 11, estresse e HPV serão os assuntos em pauta.