Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na manhã desta quinta-feira, 27, três lanchas, o Navio-Patrulha Fluvial (NPaFlu) “Amapá” e cerca de 30 militares da Marinha do Brasil combateram o incêndio após a explosão de duas balsas em frente à Ponta do Marapatá, no Rio Negro, no Amazonas.

A explosão ocorreu com as balsas “Concórdia Manaus” e “São José I” durante a atividade de transferência de combustível de uma embarcação para a outra por volta das 9h30 de hoje. Das três pessoas que realizavam a atividade, duas sofreram ferimentos e foram encaminhadas para Pronto Socorro de Manaus.

Inspetores Navais do Grupo de Vistoria e Inspeção da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental passavam pelo local no momento do ocorrido e iniciaram os primeiros procedimentos. O incêndio foi combatido com a chegada do Grupo de Socorro Externo do NPaFlu “Amapá”, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas.

Militares permanecem no local, dando o apoio necessário para o resfriamento das balsas.

Um Inquérito Administrativo sobre Fatos da Navegação (IAFN) será aberto, visando apurar as causas e as responsabilidades pelo acidente.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •