Melo iniciou as mudanças nomeando o irmão, mas novas caras, como a de Gorayeb poderão aparecer - Fato Amazônico

Melo iniciou as mudanças nomeando o irmão, mas novas caras, como a de Gorayeb poderão aparecer

O governador José Melo, que assumiu o governo do estado na última sexta-feira quando Omar Aziz, passou a faixa em solenidade no Teatro Amazonas, conforme o Fato Amazônico, anunciou, começou ontem a fazer as mudanças em sua administração, nomeou seu irmão Evandro Melo, como um dois seus secretários extraordinários e escolheu o coronel Roberto Rocha, para comandar o Corpo de Bombeiros.

Outas mudanças deverão ocorrer, uma delas provável queda de Waldívia Alencar, da Secretaria de Infraestrutura, para a onde a pedido de Amazonino Mendes, o "pai político" de José Melo, deverá aparecer em cena Américo Gorayeb, homem de confiança do Negão.

Mudanças poderão ocorrer ainda no Departamento de Trânsito do Amazonas, onde Leonel Feitosa, poderá perder perder a cadeira de presidente.

Uma das mais esperadas e que poderá ocorrer é na secretaria de Cultura, onde o eterno secretário Robério Braga, chamado por muitos como "Reizinho", está há anos sem nunca ser ameaçado, poderá cair. Fontes, afirmam que o secretário, já pesnou em pedir pra sair.


Recado aos secretários

Em entrevista a Rede Tirandentes, na semana passada José Melo, mandou um recado aos secretários. “Ninguém vai nomear secretário em meu lugar. Sou governador e o secretário terá de cumprir o que eu determinar”, disparou o governador, afirmando que nenhum secretário deixará seu governo e nomeará o substituto.

Na entrevosta Melo disse que o secretário que estiver disposto a fazer o que ele determinar continuará em sua administração. “Tenho arranjos a fazer”, acrescentou o governador, afirmando que todos aqueles que estiverem dispostos a trabalhar pelo povo, irão continuar a trabalhar no seu governo. “Não importa a sua bandeira. Quem quiser sair não tem problemas vamos entender a saída”, acrescentou.


Rocha nos Bombeiros


Roberto Rocha, que é titular da Defesa Civil do Estado do Amazonas, assumiu o comando geral do Corpo de Bombeiros, no lugar de Antônio Dias dos Santos, que há sete anos estava no cargo, mas pediu exoneração.

Com 27 anos na corporação e engenheiro de formação, o coronel Roberto Rocha Guimarães da Silva, 45 anos, assumiu a corporação, mas sua nomeação já estava publicada no Diário Oficial desde a última segunda-feira (7) de abril de 2014.

O subcomandante do Corpo de Bombeiros será o tenente coronel Fernando Sérgio Austregésilo Luz, de 47 anos, 25 deles na corporação.