Mesmo perdendo para o Santos por 2 a 1 Princesa leva decisão da vaga para Vila Belmiro - Fato Amazônico

Mesmo perdendo para o Santos por 2 a 1 Princesa leva decisão da vaga para Vila Belmiro

A vitória sofrida do Santos sobre o Princesa do Solimões por 2 a 1 na Arena Amazônia embaralhou a noção de grandes e pequenos na Copa do Brasil. Depois de um bom primeiro tempo o time paulista dormiu na segunda etapa e vai ser obrigado a fazer o jogo de volta na próxima quinta-feira, dia 15 na Vila Belmiro.

Pelo que a equipe de Manacapuru apresentou no segundo tempo, o empate teria sido mais justo.

O Princesa entrou em campo muito nervoso e de pernas bambas por causa do peso da partida. Com dez minutos, o Santos já vencia por 2 a 0. Só o primeiro deles foi mérito do ataque. Gabriel (Gabigol) pegou um belo chute de primeira e, na comemoração, homenageou o cantor Jair Rodrigues, torcedor histórico do time que faleceu nesta quinta-feira.

Mas, depois de quase pagar com a desclassificação pelo nervosismo e apagão da zaga na etapa inicial, quando o time de Manacapuru entrou no intervalo perdendo por 2 a 0, mas voltou ofensivo no segundo tempo e fez o resultado necessário para garantir o jogo de volta.

No segundo tempo, as mudanças do técnico Marquinhos Piter, que colocou em campo os atacantes Marinélson e Edinho Canutama nos lugares do lateral Alberto e o centroavante Nando surtiram efeito imediato deixando a equipe do Princesa do Solimões ofensiva.

Aos dois minutos, Fininho bateu falta, pela esquerda, e no rebote Marinélson cruzou para Branco diminuir para 2 a 1.

Ficha técnica

Princesa do Solimões 1 x 2 Santos

Princesa do Solimões – Rascifran; Déurick, Clayton He-Man, Lídio e Alberto (Edinho Canutama); Amaral, Rondinelli, Michel e Fininho; Nando (Marinelson) e Branco (Delciney). Técnico: Marquinhos Piter.

Santos – Aranha; Bruno Peres, Bruno Uvini (Diego Cardoso), Jubal e Emerson; Alison, Alan Santos (Serginho), Geuvânio (Leandrinho) e Lucas Lima; Gabriel e Leandro Damião. Técnico: Oswaldo de Oliveira.