Mesmo sem registro no CFM, irmão de Carlos Cury, vai trabalhar no mais médico em Manaus - Fato Amazônico




Mesmo sem registro no CFM, irmão de Carlos Cury, vai trabalhar no mais médico em Manaus

O suposto médico Yasser Arafat Salinas Cury, irmão do médico Carlos Cury, indiciado por mutilar várias mulheres depois de cirurgias plásticas, preso no final de fevereiro deste ano por policiais militares em Novo Airão, mesmo sem ter registro no Conselho Federal de Medicina, começa a trabalhar esta semana no programa Mais Médicos do Governo Federal, em Manaus.

Arafat também é suspeito de participar como auxiliar em cirurgias feitas por seu irmão Carlos Cury, no Instituto do Coração (INCOR), que responde a mais de 15 processos na Justiça do Amazonas por erros médicos e lesão corporal de natureza grave.

Ao ser preso em Novo Airão, Yasser Arafat, foi autuado em flagrante pelo delegado Lázaro Ramos, por corrupção ativa, falsa identidade, dirigir embriagado e sem Carteira Nacional de Habilitação.

Com Yasser, que afirma ter dupla nacionalidade, brasileira e boliviana, foram apreendidos carimbos de médico dele e do irmão Carlos Cury, todos como cirurgiões, receituários, um diploma de uma universidade boliviana e mais receituários de medicamentos controlados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e do Incor.