Muitos moradores da ilha de Zaquintos, na Grécia, passaram a madrugada ao ar livre após o forte terremoto de magnitude 6,4 na escala Richter que ocorreu nesta sexta-feira (26/10), sem causar vítimas, mas com diversos danos materiais.

De acordo com o Instituto de Geodesia Observatório de Atenas, o terremoto ocorreu por volta de 1h55 (hora local) e seu epicentro ficou no mar, a 44 quilômetros de Zaquintos e a 280 quilômetros de Atenas.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês) havia informado anteriormente que o terremoto tinha sido de magnitude 6,8.

O tremor foi sentido no sul da Itália, Malta e Albânia, e teve dezenas de réplicas com uma magnitude máxima de 5,4 graus.

O prefeito de Zaquintos, Pavlos Kolokotsas, afirmou aos veículos de imprensa que a situação está sob controle, que não há feridos, mas sim uma série de danos, causados principalmente pelos deslizamentos de terra.

Kolokotsas afirmou que, como medida de precaução, hoje permanecerão fechadas todas as escolas e creches da ilha, assim como os serviços públicos.

Os principais danos foram registrados nas cidades de Laganas e Agios Sostis, localizadas perto do epicentro.

No porto de Zaquintos, a capital desta pequena ilha de 40 mil habitantes, houve um deslocamento da doca, mas que não causou danos às embarcações. No entanto, todos os barcos tiveram que ser retirados do local.

As autoridades pediram para que os moradores não entrem em casas antigas ou edifícios com risco de desabamento.

O terremoto causou cortes de energia elétrica, mas o fornecimento já foi restabelecido em toda a ilha. (EFE)