Motorista que atropelou mulher na Coronel Teixeira foi indicado por por tentativa de homicídio - Fato Amazônico

Motorista que atropelou mulher na Coronel Teixeira foi indicado por por tentativa de homicídio

Manoel Benvindo Pinheiro Neto, 26, foi autuado em flagrante pelo delegado George Gomes, do 8º Distrito Integrado de Polícia, por tentativa de homicídio com dolo eventual (Artigo 121 do Código Penal Brasileiro), após ele atropelar e ferir gravemente Maisa Souza da Silva, 32. A mulher teve a perna esquerda esmagada e a direita quebrada com fratura exposta.

O acidente ocorreu na madrugada desta segunda-feira (6), por volta de 1h50, na avenida Coronel Teixeira, bairro Santo Agostinho, Zona Oeste da capital. Maisa estava com uma amiga, uma adolescente de 16 anos, no canteiro central da via, no momento em que Manoel, que conduzia um veículo modelo Grand Siena de cor vermelha e placas OAM – 3528 perdeu o controle do carro e atingiu a vítima. Com o impacto, o infrator teve a perna direita quebrada.

De acordo com testemunhas, Manoel trafegava sob efeito de álcool pela via em alta velocidade. Ele supostamente estaria participando de racha. A vítima e o flagranteado foram levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul.

“Eu não o autuei pelo CTB em razão de termos elementos necessários suficientes para caracterizar uma tentativa de homicídio pelo Código Penal Brasileiro e nesse caso eu usei a tese do dolo eventual. A pena fica mais grave e ele vai responder de acordo com a gravidade do crime que praticou. Manoel estava dirigindo com uma permissão que estava vencida desde 2011 e ele já responde a um homicídio causado no trânsito. A lei de trânsito é muito benéfica para quem pratica infrações tão graves no trânsito de Manaus e não podemos mais tolerar esse tipo de prática”, ressaltou.

George Gomes frisou que o autor tinha plena consciência do que poderia acontecer. “Ele confirma ter ingerido bebida alcoólica, que também foi comprovado por meio de laudo e informou que dirigia a mais de 90 km/h por um local que tem uma faixa de pedestre, uma bifurcação e em seguida uma curva. Ou seja, ele tinha plena consciência da possibilidade de causar um acidente grave e ele assumiu ali o risco de causar esse acidente quase causando o óbito da vítima”, disse.

A autoridade policial destaca ainda que o estado de saúde da vítima é gravíssimo. “Maisa está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde foi submetida a cirurgias e respira com ajuda de aparelhos”, ressaltou.

Assim que receber alta, Manoel, que está algemado, será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.