Mulher que de cortou barriga de grávida é condenada a 13 anos de prisão - Fato Amazônico




Mulher que de cortou barriga de grávida é condenada a 13 anos de prisão

A doméstica Daiana Pires dos Santos, 22, foi condenada nesta quarta-feira a 13 anos e 4 meses de prisão em regime fechado. A sentença foi lida pelo juiz Mauro Anthony, da 3ª Vara Criminal do Júri, onde ocorreu hoje o julgamento, no Fórum Henoch Reis.

O julgamento que teve início por volta das 9h30min, foi rápido e terminou às 14h, quando os jurados deram a pena a doméstica, que na hora de seu depoimento disse que o crime foi obra do “capeta”.

Daiana, no dia 25 de setembro do ano passado atraiu para sua casa a dona de casa Odete Pego Ferreira, 22, à época grávida, com a promessa de lhe dar roupas para a criança que iria nascer.

Inocente, a vítima foi a casa de Daiana, que depois de desmaiar Odete, usou uma lâmina de barbear, e cortou a barriga da grávida para retirar o bebê.