Foto: reprodução

Com atividades em vários pontos da cidade de Manaus, o grupo 8M promove manifestação no dia 8 de março, ‘Dia Internacional da Mulher’, para chama a atenção sobre o feminicídio e a violência contra a mulher no Amazonas. Denominada ‘Greve Internacional das Mulheres’ e com o tema ‘Basta de feminicídio e retirada de direitos!’, a ação apresentará performances teatrais para mostrar os impactos da violência, do preconceito racial, da hostilidade política e da humilhação moral sofridas pelas mulheres.

A manifestação reunirá entidades feministas, coletivos, movimentos sociais e lideranças políticas, informou Marklize Siqueira, uma das organizadoras. “O movimento busca garantias dos direitos das mulheres por um mundo sem violência e morte de mulheres e consagra o dia 8 de março como o marco histórico e trajetórias de luta das mulheres”, disse Marklize.

O movimento 8M teve origem na Espanha com o movimento feminista que instituiu o Dia Internacional de Greves das Mulheres, em 2017. A ideia se espalhou e ganhou força na América Latina, principalmente na Argentina com o movimento #NiUnaMenos. No Brasil, 70 cidades aderiram à mobilização. Em Manaus, o envolvimento das mulheres na defesa de direitos se destacou na eleição 2018, com a campanha #EleNao.

A manifestação em Manaus será a partir das 14h na Praça da Saudade e marca o lançamento do ‘Circuito Feminista’ que vai até o dia 31. A iniciativa agrega diversas atividades. Para registrar as ações e atividades que seu movimento está realizando basta acessar o link: http://bit.ly/Circuito8MManaus19

Contato: Marklize Siqueira 99337-0957 / Érika Carmo 99520-1191