Núcleo de teatro da Semjel participa de curso para aprimorar técnicas - Fato Amazônico

Núcleo de teatro da Semjel participa de curso para aprimorar técnicas

Os atores Howardinne Queiroz, Clayson Charles, Jonathan Carvalho e Camila Duarte do núcleo de teatro da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) embarcam na tarde deste domingo, 20, para São Paulo, onde participarão da oficina ‘Chamem os Clowns’.

Os artistas, que receberam o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Semjel, com as passagens aéreas, farão em São Paulo intercâmbio cultural para aprimorar técnicas teatrais em meio a atores de todo o país. O curso vai durar dez dias e será ministrado pela paulistana Lígia Maria Ruvenalth.

Atriz da Semjel, Howardinne Queiroz, formada na primeira turma do curso de teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), vê a viagem como uma oportunidade de ampliar seus horizontes e promover a troca de experiências artísticas.

“Queremos mostrar que em Manaus também se faz arte de qualidade. Um dos planos é colocarmos nossos palhaços pelas ruas de São Paulo a fim de mostrarmos nossa identidade também lá” disse Queiroz.

Para Howardinne, a vivência no curso será de fundamental importância, já que o grupo participa de projetos da Prefeitura de Manaus como o ‘Arte e Juventude’ e ‘Teatro nas Escolas’, que trabalha com crianças e adolescentes. “Será uma experiência enriquecedora para o núcleo. Voltaremos com mais energia para alavancarmos novas ideias e projetos de inclusão social dos jovens por meio da arte teatral”, considerou.

Arte e Juventude

O quarteto amazonense que participará da oficina Chamem os Clowns faz parte do ‘Arte e Juventude’, projeto da Semjel que utiliza os espaços da cidade, como praças, escolas, e, até mesmo, palcosemcima de caminhões para levar cultura aos bairros deManaus.Setecentas crianças da zona urbana e rural já foram contempladas com a ação.

Além disso, os artistas também colaboram com o ‘TeatronasEscolas’, um projeto itinerante da Semjel que apresenta espetáculos gratuitos para alunos da rede pública de ensino, apresentando peças que abordam temáticas na saúde, no esporte, universo jovem e relacionadas à história da cidade de Manaus.