OAB/CE pede cassação de policial acusado de agredir advogada - Fato Amazônico


OAB/CE pede cassação de policial acusado de agredir advogada

Migalhas – A OAB/CE vai pedir a cassação do policial João Batista Félix de Castro, acusado de fraturar o nariz da advogada Elizângela dos Santos Silva com uma cabeçada. De acordo com a seccional, o inspetor, também vereador na cidade de Paramoti/CE, agrediu a causídica quando esta acompanhava um cliente em um procedimento de entrega de veículo que teria sido apreendido de forma irregular por João Batista.

A advogada vítima da agressão fez um termo circunstancial de ocorrência na própria delegacia e realizou exame pericial para avaliar a gravidade da lesão. Em caso de lesão grave, um inquérito policial será instaurado, com o acompanhamento de uma comissão de advogados a ser indicada pelo presidente da OAB/CE, Valdetário Monteiro.

Segundo afirmou Valdetário Monteiro, a OAB vai oficiar o delegado geral, Andrade Júnior, a fim de assegurar proteção à advogada agredida. O caso também será encaminhado à Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Estado com o pedido de imediato afastamento preventivo do inspetor Castro, e posterior exclusão do policial dos quadros da Polícia Civil.

"A diretoria da OAB é toda solidária à colega Elizângela, pelo absurdo que foi a agressão física sofrida, e nós nos sentimos todos atingidos pela série de desrespeitos descabidos, cometido pelo inspetor contra as nossas prerrogativas", afirmou o presidente.

De acordo com a OAB/CE, a advogada afirmou que tem recebido ligações informando que o inspetor Castro é um homem perigoso e que já tem problemas com a Justiça.