Obras da Copa em Manaus avançam e Arena Amazônia chega a 95% de construção - Fato Amazônico

Obras da Copa em Manaus avançam e Arena Amazônia chega a 95% de construção

As obras da Copa do Mundo da Fifa estão em estado avançado em Manaus. Na Arena da Amazônia, principal palco dos jogos, os trabalhos estão concluídos em 95%. Os Centros Oficiais de Treinamento (COTs) do Coroado e da Colina já ultrapassaram 60% de obra concluída e o canteiro do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que irá coordenar todas as ações de segurança durante o mundial de futebol, atingiu mais de 63% de obra finalizada.

“Nós superamos aqueles desafios que tivemos na Arena e agora estamos avançando com 95% da obra executada, continuando a fase final de acabamento. E agora as pessoas já podem vislumbrar a fachada com as membranas colocadas. Da Constantino Nery, você já consegue ver como vai ficar o efeito da membrana na fachada. Dá pra se ter ideia da robustez e beleza do nosso estádio”, ressaltou o coordenador da Unidade Gestora da Copa (UGP-Copa), Miguel Capobiango, referindo-se à estrutura da Arena, que foi planejada para lembrar um cesto indígena.

As principais frentes de trabalho no estádio principal da Copa em Manaus se concentram na colocação da membrana da estrutura metálica, instalação dos assentos nas arquibancadas, acabamentos dos camarotes, além de pinturas de paredes e revestimento do forro. Também estão sendo montados equipamentos e acessórios esportivos, instalações elétricas, de ar condicionado e demais sistemas para funcionamento da Arena, além das instalações hidráulicas.

COTs –O canteiro de obras dos COTs também está em ritmo avançado. Na colina, as obras estão com 68% executadas e atualmente o serviço se concentra no acabamento, instalações elétricas e hidráulicas, além da construção das bilheterias. O investimento total na obra chega a R$ 21 milhões.

Já no Coroado, são 60,75% dos trabalhos concluídos, com a montagem das arquibancadas pré-moldadas. Cerca de R$ 15 milhões estão sendo aplicados no Centro de Treinamento do Coroado. De acordo com o coordenador da UGP-Copa, o planejamento é para que possam ser realizados jogos regionais nos dois COTs em março deste ano.

“No COT da Colina, já temos três arquibancadas praticamente prontas e a última arquibancada com a metade quase toda finalizada na parte de concretagem, e iniciaremos na semana que vem a preparação do gramado, com início da drenagem. O COT do Coroado da mesma forma. Na parte de gramado, a obra avançou um pouco mais com o serviço de drenagem concluído, e as arquibancadas iniciando a superestrutura, com todas as fundações prontas. A nossa previsão é realizar jogos em março, com a Copa Verde”, explicou Capobiango.

Os projetos dos Centros Oficiais de Treinamento possuem muitos pontos em comum, diferenciando-se apenas o número de arquibancadas, sendo o COT da Colina com 4 arquibancadas e capacidade para 10 mil pessoas e o COT do Coroado com 2 arquibancadas e espaço para 5 mil lugares. Os estádios terão vestiário, sala de imprensa, academia e setor médico. Na área principal, onde estarão as bilheterias, funcionarão lojas de apoio ao comércio durante os jogos. Dentro do estádio, lanchonetes, bares e banheiros foram projetados para utilização pública e o gramado a ser colocado atenderá os padrões internacionais da Fifa.

Obras do CICC –Outra obra que integra o pacote Copa é o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que está sendo construído no bairro Aleixo, zona sul da cidade, e apresenta 63,17% das obras executadas. O CICC servirá para coordenar as ações de segurança pública, juntamente com o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), durante o mundial de futebol.

Miguel Capobiango avalia como positivo o ritmo dos trabalhos, uma vez que deve ser iniciada nos próximos dias a instalação dos equipamentos do Ministério da Justiça, que irão agregar mais tecnologia ao sistema. “Com essa instalação, teremos um Centro de Comando de Controle mais robusto, umupgradeno trabalho da área de segurança, com equipamentos modernos e trabalhando em parceria com o Ciops”, disse.O CICC tem estimativa de custo de R$ 7,5 milhões.

Visita da Fifa –Ainda segundo Miguel Capobiango, no próximo dia 21 está programada a visita do secretário geral da Fifa, Jerôme Valcke, a Manaus. A visita de inspeção será para acompanhar o andamento das obras na capital amazonense.

“Será mais uma visita de inspeção, mas, desta vez, ele virá para constatar o que foi programado dentro do que foi pactuado, na matriz de responsabilidade. A nossa Arena está ficando muito bonita e com certeza irá surpreender a todos. Nós temos certeza que Manaus terá um símbolo a mais para apresentar ao mundo, uma arena robusta, com muita tecnologia e muito bonita para que as pessoas possam lembrar bem de Manaus”, finalizou Capobiango.