Operação “Impacto” e reforça policiamento no bairro Cidade de Deus - Fato Amazônico

Operação “Impacto” e reforça policiamento no bairro Cidade de Deus

Transmitir segurança à população e intensificar a fiscalização de irregularidades. Foi com esse compromisso que policiais civis do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando da delegada, Marna de Miranda, assumiram na noite da última sexta-feira, 10, durante a operação “Impacto”. A ação policial foi deflagrada no bairro Cidade de Deus, zona Norte de Manaus, e contou com apoio operacional de agentes do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), 1ª Seccional Sul, 27º, 6º, 15º DIP’s e Polícia Militar.

Seis adolescentes foram apreendidos pelo consumo de bebida alcoólica em bares. Um deles estava com a mãe, que foi autuada pela infração e responderá criminalmente pelo ato. Todos foram notificados pelo Conselho Tutelar e encaminhados ao 13º DIP, onde aguardaram a presença dos responsáveis para sem liberados.

Além dos menores, seis máquinas caça-níqueis também foram confiscadas de estabelecimentos comerciais. Uma motocicleta modelo CG 150 Titan Honda, de cor preta, com restrição de roubo, foi levada à unidade policial ao ser encontrada abandonada na frente de uma casa de show naquele bairro.

De acordo com a delegada titular, ao todo, 29 servidores formaram o efetivo de atuação. “A realização da “Impacto” teve o objetivo de contemplar o bairro com a presença de policiais através de fiscalização nos bares e nas ruas. Consequentemente, levando sensação de segurança aos moradores e possibilitando contato direto da polícia com a população”, explicou.

Servidores do Conselho Tutelar e do Programa Ame a Vida da Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas) estiveram presentes na ação. O papel deles na operação era atuar em casos nos quais crianças e adolescentes estivessem envolvidos em situações de risco.

“É a primeira operação que o bairro Cidade de Deus recebe neste ano. Tendo em vista os resultados obtidos, a ideia é que possamos realizar outras etapas ao longo dos próximos meses. Ficamos felizes em sair das delegacias e dar uma resposta mais presente para a comunidade da zona Norte”, finalizou a delegada Marna.