Compartilhe
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

Professor da Universidade Federal do Amazonas e ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o ouvidor-geral do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro, foi condecorado, no final da tarde desta ontem (25), com a Medalha do Mérito Judiciário do Amazonas, considerada a mais alta honraria do Tribunal de Justiça amazonense.

O reconhecimento concedido ao membro do colegiado do TCE foi feito, em solenidade no centro administrativo desembargador José Jesus Ferreira Lopes, no prédio-anexo do TJAM. Outras 12 personalidades do Amazonas, entre elas os desembargadores federal André Ricardo Cruz Fontes, o comandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel David Brandão e os deputados Belarmino Lins e Alessandra Campêlo também foram homenageados.

Ao abrir a solenidade, o presidente do TJAM, desembargador Flávio Pascarelli, afirmou que a entrega das insígnias e dos diplomas da Ordem do Mérito Judiciário aos 13 homenageados era um justo reconhecimento pelo trabalho realizado por eles em suas respectivas funções, sempre em favor do Estado.

Acompanhada da filha, Clarissa Desterro, e da presidente do TCE, Yara Lins dos Santos, o conselheiro Érico Desterro agradeceu ao TJAM pelo reconhecimento de sua vida pública, com 33 anos de história.

Os agraciados

Definida por unanimidade pelo Conselho da Ordem do Mérito Judiciário, formado por cinco desembargadores, a medalha foi entregue às personalidades nas categorias “Grande Mérito”, “Mérito Especial” e “Mérito”.

Além da conselheiro Érico Desterro e das outras autoridades já citadas, também foram agraciados na categoria “Grande Mérito”, o desembargador Roy Reis, a desembargadora Eleonora Saunier, os procuradores Paulo José Gomes de Carvalho e Marcos Cavalcanti, o defensor Rafael Barbosa, o coronel Mauro Freire e aos empresários Antônio Silva e a Phelippe Daou (In memoriam).


Compartilhe
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share