A integração do Poder Executivo Municipal com a Câmara Municipal de Manaus (CMM), por meio do Projeto Câmara Digital, foi oficializada na manhã desta quinta-feira (26), por meio do recebimento, pelo presidente da Casa, Wilker Barreto (PHS), de um ofício da Manaus Previdência, assinado pelo titular da pasta, Marcelo Magaldi.

No documento, o presidente da Manaus Previdência colocou Wilker Barreto a par de todas as medidas necessárias para a tramitação dos processos de aposentadoria dos servidores da Câmara Municipal de Manaus a serem feitos pelo Sistema Integrado de Gestão Eletrônica de Documentos (Siged).

“Começamos um novo momento na Câmara, principalmente nessa interação Executivo-Legislativo, com o primeiro projeto virtual de uma mensagem do Executivo para a Câmara. Isso vai permitir maior transparência, celeridade, economicidade e o que é melhor, ainda, numa vertente ambiental (economia de papel). Acredito que a Câmara de Manaus está na vanguarda e torna-se uma referência nessa questão”, disse.

De acordo com o diretor de Gestão de Tecnologia e Informação da Casa (DGTI), Marcelo Campbell, o sistema informatizado permitirá a gestão eletrônica de documentos do legislativo, em especial ofícios, requerimentos, comunicados e projetos de leis. A expectativa, segundo ele, é de chegar no início de março com a Câmara Municipal de Manaus 100% digital.

Lançado oficialmente no final de maio, o Câmara Digital é um dos programas que fazem parte do Sistema de Gestão Ambiental (SGA) — ISO 14001:2004, da 16ª Legislatura.

De acordo com a diretora-geral da Câmara, Mirlene Magalhães, o projeto, que vem sendo implementado há um ano e meio, chega ao seu apogeu, porque o objetivo do convênio (assinado com a Prefeitura de Manaus) é justamente esse, a interação entre a Prefeitura e a Câmara, na tramitação de documentos. “As vantagens são a agilidade, a celeridade, custa menos para o setor público, e economiza tempo. Quem ganha é o servidor municipal e o público em geral”, disse.

Secretarias e órgãos da Prefeitura de Manaus também estão interligados à Câmara por meio de sistemas digitais, como Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmas), Visa Manaus, Secretaria Municipal de Finanças (Semef), entre outras.