O Nacional Futebol Clube saiu aplaudido do estádio Carlos Zamith, na tarde de sábado (16), após vencer o Sul América, por 3 a 1, em partida válida pela segunda rodada do returno do Campeonato Amazonense.

O Leão da Vila abriu o placar ainda no primeiro tempo com Paulinho e aos … minutos, num contra-ataque, Napão deixou tudo igual para o Sul América. O time sentiu o empate, mas o técnico, Aderbal Lana promoveu as duas substituições que lhe restavam e sua equipe cresceu. Resultado, Paulinho fez seu segundo na partida e do Naça e Fabinho sacramentou a vitória.

O Naça consegue os três pontos e na próxima rodada encara o Manaus, na quarta-feira (20), às 20h, na Arena da Amazônia.

O jogo

O Naça começou impondo seu jogo. Fabinho segura a bola pela esquerda, dribla dois, encontra Israel na entrada da área, mas o atacante é derrubado ao receber.

Aos 6 minutos, veio a primeira finalização, Fabinho bate para o gol de direita, mas o goleiro defende. Aos 10 minutos, o lateral Guilherme avança, toca para o Fabinho que cruza na área, mas Israel chega atrasado e ela passa. Em seguida, Fabinho, chega na área pela esquerda arrisca no gol, ela sobra para Bernardo que com muitos marcadores não consegue finalizar.

Aos 15 minutos, após troca de passes entre Guilherme, Fabinho e Mineiro, a bola sobra para Fabinho que disputou com adversário e na saída da lateral acabou trombando com o fotografo e se machucou, necessitando de atendimento médico. Em seguida, retorna ao jogo.

Aos 28 minutos, Paulinho cobra escanteio, Guilherme pega e chuta na pequena área, Léo Mineiro cabeceia e ela vai para fora.

O Naça insistia, principalmente pelas laterais, Guilherme e Paulinho com bastante velocidade criaram as melhores jogadas, tanto que aos 29 minutos, Israel toca de calcanhar, Paulinho recebe e abre o placar para o Leão. Nacional 1 x 0 Sul América.

Arbitragem faz parada técnica e no retorno para o jogo, o Sul América, sai Pará e entra Sérgio.

Aos 44 minutos, o Naça ainda teve duas chances de ampliar o placar. Guilherme cobra falta e Bernardo de cabeça faz ela raspar o travessão. Na outra oportunidade, o zagueiro Jordan que usou a cabeça para assustar o goleiro do Sulão.

Segundo tempo

No início da segunda etapa, o Sul América deu um susto na torcida nacionalina. Um ataque em velocidade saiu o gol que seria de empate, mas a arbitragem marca impedimento.

Aos 11 minutos, Aderbal Lana promove a primeira substituição, Sai Israel e entra Marinelson.

Sul América também mexe, sai Dassayeev para a entrada de Renan.

A substituição no Sulão não surtia efeito, o Naça continua pressionando em busca do segundo gol, mas num contra-ataque, Napão chuta cruzado, sem chances para André Regly e deixa tudo igual no estádio Carlos Zamith.

Lana decide mexer novamente, desta vez foram duas de uma só vez, sai João Pedro e entra Victor, sai Léo Mineiro e entra Jonas.

Aos 20 minutos, Marinelson avança pela lateral, toca para Guilherme que cruza na área, mas Fabinho perde o tempo da bola e ela passa.

Aos 32 minutos, Fabinho escora de cabeça e, na sobra, Paulinho, coloca ela no canto direito, ampliando para o Leão. Nacional 2 x 1 Sul América.

Dois minutos depois, Fabinho arranca do meio de campo e fica cara a cara para o gol e toca na saída do goleiro. Nacional 3 x 1 Sul América.

Aos 42 minutos, Bernardo recebe falta, Guilherme vai para a cobrança e ela vai em direção ao canto direto, mas o goleiro defende.

O goleiro Darlan lança para seu jogador que cruza na área, o Sul América tem um grande chance de cabeça, mas André defende no reflexo.

O Nacional continuou pressionando, segurando a bola no ataque, mas não mudou o resultado. Nacional 3 x 1 Sul América.

FICHA TÉCNICA

NACIONAL FUTEBOL CLUBE

Técnico: Aderbal Lana

André Regly, Bernardo, João Pedro (Victor), Jordan, Mineiro, Guilherme, Felipe, Paulinho, Israel (Marinelson), Léo Mineiro (Jonas) e Fabinho.

SUL AMÉRICA ESPORTE CLUBE

Técnico: Fernando Lage

Darlan, Pará (Sérgio), Mizael, Rondinelli, Ramon, Dassayeev (Renan), Dunga, Derik, Napão, Kelve, Magno.

PÚBLICO: 147 RENDA: R$ 460