Pleno do Tribunal de Justiça escolhe lista tríplice para membro da Justiça Eleitoral do Amazonas - Fato Amazônico


Pleno do Tribunal de Justiça escolhe lista tríplice para membro da Justiça Eleitoral do Amazonas

Giselle Falcone Medina Pascarelli Lopes, Vasco Macedo Vasques e Francisco Maciel do Nascimento foram os mais votados pelos desembargadores do Pleno Tribunal de Justiça do Amazonas e formam a lista tríplice para membro titular do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE/AM), na classe dos advogados. A escolha foi realizada na manhã desta terça-feira. Ao todo, houve sete inscritos, mas somente três foram escolhidos.

Com 17 votos a mais votada foi Giselle Falcone Medina. Ao final ela agradeceu a confiança dos magistrados e disse que, a partir de agora, é esperar pelo resultado final.

O segundo mais votado foi o advogado Vasco Macedo Vasques. Com 13 votos, ele fez questão de lembrar que essa é somente a primeira etapa do processo de escolha.

Finalizando a lista, está Francisco Maciel do Nascimento que se candidata e foi um dos escolhidos por 11 votos.

Se candidataram, ainda, Bartolomeu Ferreira Azevedo Júnior, Felipe dos Anjos Thury, Maria Auxiliadora dos Santos Benigno e Rosely de Assis Fernandes.

ELEIÇÃO

Após a escolha da lista tríplice feita pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), o próximo passo é encaminhar os nomes para o Tribunal Regional do Amazonas (TRE/AM), para que seja feita uma formalização. Em seguida, todo o procedimento é enviado para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na qual será feita uma sessão para avaliação de critérios objetivos e subjetivos dos fatos. Se aprovados, a lista dos candidatos é encaminhada para ao presidente da República Michel Temer, a quem cabe a decisão final.

Novos Desembargadores

A juíza Joana dos Santos Meireles, foi eleita desembargadora com 19 votos pelo critério de merecimento para compor o Pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas, enquanto o juiz Elci Simões, irmão do futuro presidente da corte, Yedo Simões, chega ao cargo de desembargador pelo critério de antiguidade.

Emocionada, Joana dos Santos Meireles, que por tantas vezes concorreu ao cargo, não conteve as lágrimas ao ser eleita desembargadora pelo Pleno do Tribunal de Justiça.