Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), do senador Eduardo Braga, protocolou, ontem (31/1), pedido de mudança do nome e sigla para Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Solicitou ainda ao Tribunal Superior Eleitoral algumas adaptações do estatuto do partido à legislação eleitoral.

O pedido assinado pelo advogado, Renato Oliveira Ramos, de acordo com protocolo com data de 31.01.2018, está com a data em baixo de 1 de fevereiro de 2017.

Com esse pedido, são quatro os partidos que aguardam a análise, em sessão administrativa, dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral para mudança de nome e sigla. O Partido Social Democrata Cristão (PSDC) quer se chamar Democracia Cristã (DC); o Partido Ecológico Nacional (PEN) quer mudar para Patriota (Patri); e o Partido Progressista (PP) quer trocar para Progressistas, mantendo a sigla PP.

Em 12 de setembro do ano passado, o Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) obteve no TSE a mudança de nome para Avante. Os ministros acompanharam o voto do relator, Napoleão Nunes Maia, que acolheu o requerimento da sigla. O partido conquistou registro na Corte Eleitoral em 11 de outubro de 1994.

Antes, em 16 de maio, o TSE havia aprovado a troca do nome do Partido Trabalhista Nacional (PTN) para Podemos (Pode). O pedido de alteração do nome do partido foi relatado pelo ministro Admar Gonzaga, que foi favorável à solicitação. A sigla tem registro no TSE desde 2 de outubro de 1997.

PEN, PSDC e Partido Progressista conseguiram registro na corte eleitoral, respectivamente, em 19 de junho de 2012, 5 de agosto de 1997 e 16 de novembro de 1995. Com informações da Assessoria de Imprensa do TSE.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •