Poder Judiciário incentiva o consumo de hortaliças orgânicas - Fato Amazônico

Poder Judiciário incentiva o consumo de hortaliças orgânicas

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAMJ) tem realizado diversas ações promovendo a consciência ambiental da sociedade amazonense. Preocupados com a questão do consumo abusivo de alimentos com agrotóxicos, o juiz auxiliar da Presidência do TJAM Adalberto Carim Antônio e a equipe da Comissão de Gestão Ambiental, distribuíram na manhã da última sexta-feira (08) hortaliças orgânicas para moradores de bairros próximos à sede da instituição.

"Essas hortas serão espraiadas para cada prédio do Poder Judiciário e espero contar com a população para que mostremos a importância desse tipo de iniciativa para uma vida saudável", disse Carim.

Moradora do bairro Petrópolis, próximo ao TJAM, Rosária de Fátima Paixão parabenizou a iniciativa da instituição. "É muito importante para todos esse tipo de ação. É um incentivo para que façamos o mesmo que o Tribunal está fazendo, além de ser um alimento mais saudável", disse a moradora, mostrando as alfaces orgânicas da horta.

O juiz comentou que é importante sensibilizar a população para este tipo de ação. "Hoje em dia é difícil você saber se está ingerindo alimentos com ou sem agrotóxicos. É muito importante que essas hortas orgânicas, que são na verdade feitas em respeito ao meio ambiente, possam ser cada vez mais comuns nas nossas vidas".

O magistrado explicou que o Poder Judiciário dá um grande exemplo mostrando que, em pleno século XXI, com toda tecnologia e modernidade, as pessoas podem fazer hortas orgânicas como a da sede do TJAM. "Uma atitude simples, mas que tem um grande valor para a vida de todos".