Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Aldemires Alencar da Costa Junior, 30, denunciado por trocar, em um site de compra e venda, mercadorias avariadas como se estivessem em boas condições de uso, foi preso em flagrante por policiais do 12º Distrito Integrado de Polícia.

O delegado Henrique Brasil disse que Aldemires foi preso na casa onde morava, situada na rua Iafa, Comunidade Parque São Pedro, bairro Tarumã, zona norte da capital. Henrique Brasil explicou que as investigações em torno do caso tiveram início na noite da última terça-feira (20/3), após um rapaz de 24 anos comparecer à unidade policial para formalizar ocorrência de estelionato.

Na delegacia, a vítima relatou que havia efetuado com o infrator a troca de um celular por um videogame. As negociações aconteceram em um site de compra e venda. Porém, ao chegar na casa onde mora, a vítima percebeu que o aparelho não funcionava, estava desparafusado e sem peças no interior.

“Após o recebimento da denúncia, iniciamos as diligências com o intuito de localizar e prender esse infrator. Na manhã desta quarta-feira a vítima nos procurou novamente para informar que havia conseguido rastrear o celular que deu em troca do videogame. Em ato contínuo, nos deslocamos até o endereço indicado durante o rastreamento, na rua Iafa, onde encontramos Aldemires e logramos êxito na prisão dele por estelionato”, disse o delegado.

Autuação – O celular que a vítima ofereceu em troca do videogame foi recuperado e devolvido ao dono. Aldemires foi autuado em flagrante por estelionato. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul.

Denúncias – Conforme Brasil, após a divulgação da imagem do infrator, outros dois indivíduos se dirigiram até o 12º DIP para informar que também haviam sido vítimas de Aldemires. O homem agiu da mesma forma com essas vítimas: anunciou a troca de videogames e, ao marcar o encontro, levou objetos danificados e sem peças. As vítimas entregaram os videogames à equipe policial.

“As vítimas reconheceram o infrator como o indivíduo que efetuou as trocas com elas em outras ocasiões. A partir da divulgação da imagem desse elemento, esperamos que outras vítimas venham até a unidade policial informar qualquer ação criminosa envolvendo Aldemires. Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu o titular do 12º DIP.

FOTOS: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •