Polícia prende homem envolvido em roubo ocorrido em agosto de 2017 em fábrica de eletroeletrônicos - Fato Amazônico


Polícia prende homem envolvido em roubo ocorrido em agosto de 2017 em fábrica de eletroeletrônicos

Elder Nogueira Mendes, 35, foi preso preventivamente por policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd). De acordo com o delegado Adriano Felix, o homem estava sendo investigado pela equipe da Derfd por envolvimento em roubo ocorrido no dia 11 de agosto de 2017, a um posto de atendimento bancário localizado nas dependências de uma fábrica de eletroeletrônicos situada na rua Matrinxã, primeira etapa do bairro Distrito Industrial, zona sul da capital.

Felix ressaltou que Elder forneceu informações privilegiadas sobre a empresa, além de uniformes e crachás para que Jefferson Arley da Silva, 43; Fabio Baraúna de Moraes, 26; Jucelino de Andrade Pereira, 32, e Gerson Rodrigues Moriz, 39, cometessem o roubo. Na época, utilizando os uniformes e crachás, os infratores abordaram os funcionários e anunciaram o roubo. O bando levou do posto bancário R$ 48 mil em espécie, além de aparelhos celulares e relógios de funcionários da empresa.  

“Esses infratores foram presos por nossa equipe no dia 11 de setembro de 2017, no momento em que tentavam roubar uma casa lotérica no bairro Centro, Zona Sul de Manaus. Ao longo das investigações, identificamos que um dos funcionários da fábrica teria repassado as informações privilegiadas ao bando, mas só depois conseguimos identificar que se tratava de Elder. O homem trabalhava como auxiliar de produção na empresa”, explicou Felix.

O delegado informou ainda que policiais civis da especializada prenderam Elder no início da tarde de terça-feira (24/04), por volta de meio-dia, na rua Tarumã, primeira etapa do bairro São José. O mandado de prisão preventiva por roubo majorado e associação criminosa em nome de Elder foi expedido no dia 25 de janeiro deste ano, pelo juiz Yuri Caminha Jorge, da 2ª Vara Criminal.

“Em depoimento na delegacia, Elder confessou toda a prática criminosa e informou que na época estava afastado por ter se acidentado durante o trabalho. Ele argumentou, ainda, que por estar alguns meses sem trabalho e com uma filha que tinha acabado de nascer, precisava do dinheiro que foi oferecido a ele. O homem recebeu R$ 4 mil pelas informações. A prisão de Elder é muito importante para mostrar que finalizamos as investigações em torno desse roubo, com a prisão deste elemento”, destacou o delegado Adriano Felix.