Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais do 4° Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriu na manhã desta terça-feira (03/07), por volta das 11h, mandado de prisão temporária, com prazo de 30 dias, por tráfico de drogas, em nome do lavador de carros Jonathan Munhoz de Sousa, 19, conhecido como “Magrinho”.

De acordo com o delegado Miguel Ribeiro Jonathan o lavador de carros estava sendo investigado pela equipe do 4° DIP por envolvimento com a venda de entorpecentes, juntamente com outros elementos. Conforme o delegado, em decorrência das diligências foi representado à Justiça o pedido de prisão temporária em nome do jovem.

“O documento, com prazo de 30 dias, foi expedido no dia dia 13 de junho deste ano, pela juíza Lídia de Abreu Carvalho Frota, da 1ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute). Após a expedição da ordem judicial e, com base nas informações levantadas sobre a possível localização de Jonathan, conseguimos encontrá-lo em via pública, na rua dos Açaizeiros, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste da capital, onde ele foi preso”, explicou Ribeiro.

Ao término do Inquérito Policial (IP) instaurado em torno do caso, Jonathan será indiciado por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. O titular do 4° DIP informou que o infrator será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) até a conclusão dos procedimentos cabíveis.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •