Polícia procura menino de 11 anos que desapareceu depois de comprar comida em restaurante em Petrópolis - Fato Amazônico

Polícia procura menino de 11 anos que desapareceu depois de comprar comida em restaurante em Petrópolis

A operadora de caixa Ana Cristina Marinho, esteve na manhã desta sexta-feira na Delegacia Especializada de Apoio e Proteção a Criança e ao Adolescente (Deapca), para registrar o desaparecimento de seu filho o pequeno Luiz Guilherme Marinho de Oliveira, de apenas 11 anos de idade. O menino desapareceu misteriosamente por volta de 10h da manhã depois de ter comprado comida em um restaurante localizado na Almir Pedreiro, no bairro de Petrópolis, na Zona Sul de Manaus.

Policiais a Especializada depois de ouvirem os relatos a mãe iniciaram as investigações para saber o paradeiro do menino que desapareceu há cerca de 24 horas.

De acordo com Ana Cristina, quando seu esposo chegou em casa por volta de 17h30, não encontrou o menino, mas viu a quentinha que Luiz Guilherme, comprou.

“Tinha duas colheres na quentinha e por isso acredito que ele estava aqui em casa na companhia de alguém”, informou Ana, acrescentando que foi ao restaurante e lá o dono disse que quando o menino comprou a quentinha, estava na companhia de mais três garotos.

Desesperada, Ana Cristina, disse não saber informar se quer a roupa que seu filho saiu de casa. “Acredito que ele pode esta com medo de voltar pra casa. Ele nunca fez isso antes”, acrescentou, pedindo as pessoas que tiverem qualquaer informação do paradeiro de Luiz Guilherme, que entrem em contato pelos fones 8201-1796 ou 9147-6929, mas que não passem trotes, mas informações que levem ao menino que estuda na Escola Estadual Tiradentes, em Petrópolis.