População pode dar sugestões para a construção do Plano Municipal de Educação - Fato Amazônico

População pode dar sugestões para a construção do Plano Municipal de Educação

Já está disponível no site da Secretaria Municipal de Educação (Semed) o documento base do Plano Municipal de Educação (PME). No endereço http://semed.manaus.am.gov.br/consulta-publica/, podem ser feitas, até o dia 22 de abril, sugestões e propostas para a elaboração das diretrizes finais do documento. O lançamento oficial da consulta pública ocorreu ontem (13).

Para divulgar o documento base do PME, a Semed realizou na semana passada várias reuniões com os gestores de todas as Divisões Distritais Zonais (DDZs). Hoje, foi a vez dos diretores da DDZ 7 Rural. O encontro ocorreu no auditório Luiz Geraldo Pontes Teixeira, na sede da secretaria, no Parque Dez, zona Centro-Sul.

A ideia é que os gestores divulguem o documento em cada comunidade escolar, assim como de que maneira a população pode participar.

Membro do Fórum Municipal de Educação, Elinelson Sousa explica sobre o processo. “Na internet, estará disponível o documento base para toda a sociedade tomar conhecimento e, ao mesmo tempo, dar contribuições para a qualificação do documento. Depois disso, ele será levado aos grupos, para que as sugestões se transformem em melhorias. Na ocasião, será elaborado um Anteprojeto de Lei, que será encaminhado ao prefeito, passando posteriormente à Câmara Municipal de Manaus (CMM) para nova discussão, caso necessário”.

A expectativa é de que passando por todo esse processo, o plano seja aprovado até o dia 25 de junho.

A diretora Thatiane Gusmão, da Escola Municipal Neuza dos Santos Ribeiro, localizada no km 16 do Ramal do Pau Rosa, considera fundamental sua participação e de colegas da área no processo de elaboração de ideias e sugestões do Plano.

“A educação do campo é primordial e também faz parte do sistema de educação municipal. Nós, diretores dessas escolas, consideramos importante conhecer as etapas de discussão, bem como passar as nossas sugestões para que elas possam ser somadas ao plano e, assim, fazermos crescer o ensino da zona rural de Manaus”, comentou.

Situada na Comunidade Costa do Arara, na zona ribeirinha do Rio Negro, a Escola Municipal São Francisco das Chagas atende 56 alunos da Educação Infantil e do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Para a gestora, Maria Dulcineia, que há 11 anos trabalha na unidade, a socialização sobre o plano será fundamental para a melhoria da educação, principalmente das escolas mais afastadas da zona urbana.

“Precisamos que todos interajam para fazermos um plano de desenvolvimento da educação do nosso município. Por meio desses debates é que conseguiremos realmente fazer algo bem justo para todos. Esperamos melhorias não apenas para os alunos, mas também para os professores que se deslocam para suas escolas deixando suas famílias para trabalhar em prol da educação no interior”, destacou.

Reunião

De 28 a 30 de abril acontecerá uma reunião dos grupos de trabalhos do Fórum Municipal de Educação para a discussão das metas e estratégias do PME, levando em consideração o resultado obtido pela consulta pública realizada pela Semed.