A vereadora Nêga Alencar (PSD), voltou a usar a tribuna da Câmara Municipal de Parintins para cobrar da Prefeitura Municipal a imediata realização do concurso público para provimento de cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior na administração municipal.

Em pronunciamento na sessão da última terça-feira, 26 de fevereiro, Nêga afirmou que não cabe mais a solução paliativa de contratar pessoal nas secretarias por meio de processo seletivo.

Nêga argumentou que em todos os processos seletivos foram apontadas possíveis irregularidades relatadas pelos próprios candidatos. Diante das denúncias, devemos dar respostas o mais breve possível para a população.

“Estou nessa luta desde o primeiro processo seletivo dessa gestão, pautada em denúncias de candidatos insatisfeitos com o resultado”, disse a parlamentar.

A vereadora Nêga Alencar assegurou que recorreu ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) para a abertura de investigação das possíveis ilicitudes encontradas no processo seletivo.

“O TCE respondeu que as denúncias foram registradas e estão encaminhando o Termo de Ajustamento de Gestão (TAG). Irão notificar a Prefeitura de Parintins para ter um acompanhamento melhor relacionado ao TAG”, afirma.

Para que os vereadores possam tomar conhecimento sobre o conteúdo dos documentos enviados pelo TCE à vereadora Nêga Alencar, foram disponibilizadas cópias dos ofícios oficiais do órgão fiscalizador.

“Processos seletivos não cabem mais. Precisamos cobrar do prefeito o concurso público para gerar oportunidades de concorrer à uma vaga no serviço público de uma forma igualitária, de uma forma transparente”, finaliza a vereadora.