Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou ontem (19/4), o resultado da primeira chamada dos classificados para o Programa Bolsa Idiomas, que este ano teve 14.073 inscritos e 6.652 aprovados na primeira fase. O resultado foi divulgado no auditório Paulo Quintanilha, na sede da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), Flores, zona Centro-Sul.

O prefeito, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, destacou a importância deste programa de educação inclusiva que oferece a alunos de baixa renda a possibilidade de estudar um segundo idioma nas melhores escolas de Manaus.

“O Bolsa Idiomas é uma realidade de um programa que se agiganta quando somamos os números anteriores com os do Programa Bolsa Universidade e Bolsa Pós-Graduação. Tenho certeza que implantamos uma política pública que veio para ficar e será seguida por qualquer outro governante depois de mim pela inclusão educacional que estamos promovendo”, destacou o prefeito.

A diretora da Espi, Stela Cyrino, explicou que os contemplados devem preparar os documentos para fazer sua inscrição no começo de maio. Ela ressaltou ainda a importância do projeto para quem quer se colocar no mercado de trabalho competitivo.

“No mundo atual em que vivemos, quem tem um segundo idioma leva vantagem no mercado de trabalho. A Prefeitura de Manaus sai na frente incorporando em sua agenda de políticas públicas programas como o Bolsa Idiomas” enfatizou Stela.

A entrega da documentação, para os contemplados, será no período de 2 a 4 de maio, na sede da Espi. Os documentos necessários são: originais e cópias do RG, CPF, comprovante de residência, declaração de renda familiar (emitida no ato da inscrição) e comprovante de renda.

Já o processo de remanejamento será realizado entre os dias 7 e 9 de maio, com recebimento de documentação nos dias 14 e 15 de maio. O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 25 de maio.

Programa

Criado na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto, em 2013, o Bolsa Idiomas é voltado para moradores de Manaus, a partir dos 16 anos de idade, que estejam cursando ou tenham concluído o Ensino Médio e não tenham renda familiar, por pessoa, superior a um salário mínimo e meio (R$ 1.431).

Este ano, o programa está ofertando 12.960 bolsas de estudo de 50%, 75% e 100% para cursos de inglês e espanhol, sendo 662 bolsas destinadas a Pessoas Com Deficiência (PCDs). Os cursos têm duração de um ano e estão distribuídos em nove instituições de ensino de línguas estrangeiras: Aslan, Fucapi, Dom Bosco, Icbeu, Inglês e Companhia, Mult Cursos, My Way Idiomas, Quality e Argus.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •