Prefeito de São Gabriel da Cachoeira, que foi já condenado por peculato, deixa de construir UBSs e Ministério pede devolução dos recursos - Fato Amazônico


Prefeito de São Gabriel da Cachoeira, que foi já condenado por peculato, deixa de construir UBSs e Ministério pede devolução dos recursos

O prefeito de São Gabriel da Cachoeira, René Coimbra (PC do B), useiro e vezeiro em práticas nada ortodoxa com a coisa pública, continua o mesmo desde que foi condenado pela Justiça Federal por prática de peculato ainda na condição de funcionário da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Agora, como prefeito, René está intimado a proceder a devolução dos recursos recebidos do governo federal para a construção de três Unidades Básicas de Saúde (UBS) que até o momento não foram concluídas apesar da tolerância do Ministério da Saúde que concedeu ao prefeito dois prazos para a entrega das obras.

O último prazo se encerrou no dia 16 de fevereiro deste ano.

Na realidade, a devolução dos recursos para os cofres públicos da união pode ser entendido como mera formalidade se comparado ao tamanho do prejuízo causado à saúde da população pela incompetência e incapacidade do prefeito de construir quatro UBSs.

É claro que Rene precisa explicar, e muito bem, onde foi parar o dinheiro recebido do para a construção das UBSs que não passam (vejam as fotos) de uma maquiagem mal feita, bem ao gosto do prefeito.

Uma vergonha.

O que se pode ver nos canteiros de obra é o descaso de uma administração corrupta, irresponsável, indiferente às reais necessidade da população. Nenhuma chegou receber, sequer, a cobertura.

É perceptível o abandono do trabalho iniciado. Impossível esconder com tanto mato e lama por todos os lados.

Enquanto isso, o povo é submetido a toda sorte de sacrifício e humilhação para ser atendido – quanto consegue – em uma das precárias e decadentes unidades de saúde do município.

A natureza do crime cometido, agora, com o abandono das UBSs, é tão grave como o desvio de recursos públicos em prejuízo às comunidade indígenas praticados por Rene na condição de servidor da Funai.