A Base Cidade de Deus do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192 Manaus), situada na rua Beija flor, Zona Norte, foi ampliada e revitalizada. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, entregou o novo espaço aos ‘samuzeiros’ na quarta-feira, 13/2, e anunciou melhorias em outras bases da cidade.

“Vamos reformar todas as bases que faltam. Essa do Cidade de Deus passa a ter espaço para um atendimento melhor e para o descanso, já que o trabalho dos ‘samuzeiros’ é extremamente estressante. No fim de semana foi tamanha a incidência de acidentes provocado por bebida e direção que quase não puderam respirar. São eles que socorrem em primeiro lugar e merecem todo respeito e o melhor conforto em seu local de trabalho”, afirmou o prefeito Arthur.

A base, que tinha 62 metros quadrados e passou a ter 147, agora possui novas instalações e conta com expurgo, banheiros adaptados para Pessoas com Deficiência (PCD), rampa para lavagem de ambulâncias, cobertura e Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), entre outras melhorias. A obra teve um custo total de R$ 282 mil.

Esta é a segunda base do SAMU-192 Manaus entregue revitalizada em 2019. No último dia 11/1, o prefeito Arthur Neto entregou a Base Oeste, na avenida Brasil, Compensa. “Acompanhamos o crescimento da cidade de Manaus e estamos elevando não apenas a cobertura básica de saúde, mas esse serviço de urgência que é essencial para a população”, disse o secretário Municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Atualmente, a base do SAMU do bairro Aleixo está com obras em andamento. Também entrarão em reforma as estruturas dos bairros Colônia Antônio Aleixo, Santa Etelvina e a Base Sul, que fica na rotatória da Suframa. Está prevista, ainda, a reforma da Base do SAMU 192 Manaus do Puraquequara.

Em toda a cidade, a prefeitura tem 11 bases do SAMU 192 Manaus, em locais estratégicos, para agilizar o atendimento às chamadas de urgência e emergência, sendo uma base fluvial, além da Central de Atendimentos, na Praça 14 de Janeiro, zona Sul, para onde convergem todas as ligações e onde é feita a regulação.

“Na medida em que o servidor do SAMU se sente valorizado, conforme o prefeito falou, a qualidade do serviço melhora e quem ganha com isso é o usuário que é a população”, finalizou o coordenador do SAMU-192, Ruy Abrahim.