A iluminação na cor rosa, que fazia alusão ao "Outubro Rosa", no Complexo Turístico Ponta Negra, dará lugar ao azul, devido ao "Novembro Azul". Foto: Nathalie Brasil

O Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste de Manaus, foi o palco da abertura da programação do “Novembro Azul”, período em que se promove atividades de diagnóstico e prevenção ao câncer de próstata e, ainda, incentiva os homens a cuidarem da saúde de forma geral. Por isso, o prefeito Arthur Virgílio Neto e a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro realizaram da abertura, na noite desta quarta-feira, 31/10, alertando para a importância de se deixar o preconceito de lado e realizar os exames que possam indicar problemas na próstata.

O prefeito Arthur Virgílio, além de ser um grande defensor da causa, é o padrinho da programação, uma vez que enfrentou um câncer de próstata no ano de 2017. Ele defende a importância de se informar sobre o assunto para que, cada vez mais, homens façam o exame.

“As mulheres já fazem naturalmente os exames de prevenção aos cânceres de mama e de colo de útero. Eu queria que os homens fizessem a mesma coisa. As mulheres devem incentivar seus maridos e namorados a fazerem os exames. Quando soube que estava com câncer de próstata eu divulguei para todo mundo para dar a devida importância e incentivar que outros homens fizessem o exame”, ressaltou o prefeito.

A primeira-dama também destacou o encerramento do “Outubro Rosa”, período em que a Prefeitura de Manaus concentrou serviços de saúde voltados para as mulheres na prevenção do câncer de mama e de colo do útero.

“Nosso compromisso e responsabilidade individual e coletiva permanecem. Temos a missão de divulgar informações. Nosso compromisso é com o ser humano, com a saúde e com a vida. A cura é possível e nós acreditamos nisso”, disse Elisabeth Valeiko, enfatizando que agora os serviços de saúde serão direcionados aos homens.

A iluminação na cor rosa, que fazia alusão ao “Outubro Rosa”, no Complexo Turístico Ponta Negra, dará lugar ao azul, devido ao “Novembro Azul”.

Atendimento ao homem

Em virtude do Novembro Azul a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai intensificar, durante todo o mês, as ações voltadas ao cuidado com a saúde masculina.

Seguindo as diretrizes da Coordenação Nacional de Saúde do Homem, do Ministério da Saúde (CNSH/MS), em 2018, a prefeitura vai desenvolver as atividades tendo como base o slogan: “Homem, da infância à velhice, cuide de sua saúde, de novembro a novembro”. A ideia é que os homens participem ativamente das ações de promoção e prevenção à saúde, voltadas para a população masculina neste mês de novembro.

As unidades de saúde estarão intensificando as ações de saúde de promoção, prevenção, reabilitação e redução de danos, como consultas, encaminhamentos, avaliação do cartão vacinal, saúde bucal, pré-natal do parceiro, sorologias e Educação em Saúde nas salas de espera das unidades, abordando temas como autocuidado da saúde, alimentação saudável, prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), entre outros.

“Serão mais de 230 unidades de saúde municipais com diversos atendimentos e também informações de como se cuidar, o que é essencial para prevenção do câncer de próstata”, explicou a secretária municipal de Saúde em exercício, Adriana Elias.

Outubro Rosa

O encerramento das atividades do “Outubro Rosa” foi marcado pela realização da “Caminhada das Vitoriosas”, que reuniu centenas de mulheres em torno da causa.

A representante da ONG Centro Integrado Amigos da Mama, Joana Mazulo, participou da caminhada. Ela detectou o câncer aos 40 anos e hoje, aos 63, ajuda a levar informações às mulheres para que possam se prevenir e se cuidar cada vez mais. “Eu estou aqui porque diagnostiquei precocemente. Nós trabalhamos com diagnóstico precoce que garante até 95% de cura”, disse.

Durante o mês de outubro, as Unidades de Saúde da Prefeitura realizaram ações referentes à sensibilização sobre o câncer de mama e ao maior compartilhamento das informações dessa doença, que é a primeira causa de câncer nas mulheres no mundo. Em Manaus, a campanha também chamou a atenção para o câncer do colo uterino, por ser o que atinge as mulheres amazonenses.

O reforço na prevenção resultou na realização de 8.802 exames Papanicolau (preventivo) na rede municipal de saúde. Foram feitas abordagens também a meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, com a vacina contra o HPV; mulheres de 25 a 64, com exames preventivos; e mulheres de 50 a 69, com exames de mamografia; além da população em geral com atividades educativas.