Prefeitura atua no atendimento às famílias prejudicadas com a chuva - Fato Amazônico

Prefeitura atua no atendimento às famílias prejudicadas com a chuva

A Defesa Civil de Manaus registrou dez ocorrências, na manhã de ontem, quinta-feira, 20, por meio do número de emergência 199. Equipes da Defesa Civil de Manaus e da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) realizam o atendimento às famílias atingidas.

Os casos mais graves foram dois desabamentos de casas, um no beco São João, bairro Santo Agostinho, zona Oeste; e outro no bairro da Betânia, zona Sul. As famílias afetadas foram cadastradas para receberem o Aluguel Social e as casas deverão ser demolidas para evitar maiores acidentes.

Além dessas ocorrências, foram registrados cinco riscos de desabamentos de casas nos bairros São Jorge, Praça 14, Redenção e Petrópolis. Neste bairro, duas famílias também serão removidas de suas casas e inseridas no auxílio moradia da Prefeitura.

A Defesa Civil de Manaus identificou ainda dois riscos de deslizamento de barrancos no bairro Jardim Mauá e na Colônia Antônio Aleixo, ambos na zona Leste da cidade. Também foi registrado um deslizamento de barranco no Nova Vitória, na mesma zona.

As equipes municipais estão a postos desde a madrugada, quando o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) enviou o primeiro alerta de chuva com a seguinte mensagem: “As imagens doradar meteorológico mostram um aglomerado de nuvens ao Leste de Manaus, já adentrando a cidade.Na chegada, esse sistema podeprovocar chuva na forma de pancadas, acompanhadas de possíveis rajadas de vento e trovoadas, mantendo chuva fina por mais algumas horas”.

Os pluviômetros instalados na capital registraram 7,6 milímetros de chuva na zona Norte, 34 milímetros na zona Leste e 29,2 milímetros na zona Oeste. A Defesa Civil pode ser acionada por meio do número de emergência 199