Fotos: Arlesson Sicsú

Diversas ações socioambientais promovidas pela Prefeitura de Manaus ao longo desta semana no bairro Crespo, na zona Sul, marcarão as comemorações em torno do Dia Mundial da Educação Ambiental (26/1). Serão realizadas  atividades educativas e de prestação de serviços ambientais para os moradores do bairro. a ação começou nesta segunda-feira, 21/1, com o trabalho de limpeza e remoção dos resíduos das margens do igarapé do 40, instalação de placas de Área de Preservação Permanente (APP), plantio e doação de mudas.

A ação, coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), tem o apoio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) e a parceria do Projeto Luz e Vida: Missão Amazônica.

Na quarta-feira, 24/1, a comunidade receberá a formação de brigada de combate ao caramujo africano, que repassará informações sobre como combater a proliferação de focos do molusco, evitando o acúmulo de lixo e cumprindo o passo a passo para eliminação do animal. A formação acontecerá das 9h às 12h, com parte teórica e prática na comunidade, na sede da Igreja Metodista, situada na rua São Pedro, 65. Toda a comunidade está convidada a participar.

No dia seguinte, 25/1, será oferecido um minicurso sobre jardinagem para os moradores, com dois dias de duração.  O minicurso será o primeiro oferecido em 2019, dentro da programação anual de minicursos promovida pelo Departamento de Arborização e Paisagismo da Semmas, sendo a primeira teórica. Haverá também sensibilização ambiental com distribuição de informativos aos comunitários e transeuntes.

Para comemorar o Dia Mundial da Educação Ambiental, acontecerão a parte prática do minicurso com o plantio de um jardim comunitário, apresentação do Grupo Garis da Alegria e realização do primeiro Pedágio Ambiental do ano, com distribuição de 1 mil mudas de espécies frutíferas, ornamentais e medicinais. A data foi instituída em 1975, durante Seminário Internacional sobre Educação Ambiental em Belgrado, definindo os princípios da Educação Ambiental no âmbito das Nações Unidas.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, destaca a importância da Educação Ambiental no contexto da gestão ambiental de Manaus. “Em 2018, cumprindo uma orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, fortalecemos o caráter da transversalidade da Educação Ambiental inserindo-a em todas as atividades da secretaria, sobretudo nas ações voltadas às comunidades. Nossos técnicos da Educação Ambiental estiveram presentes nas atividades de fiscalização, gestão de áreas protegidas, gestão territorial e ambiental, arborização e paisagismo, garantindo o envolvimento da população”, explica o secretário Antonio Nelson.

Em 2018, as atividades da Divisão de Educação Ambiental (Diea), da Semmas, atingiram um universo de 34.756 em mais de 500 atividades, realizadas pela Semmas e por terceiros, de janeiro a dezembro. São palestras, exposições, oficinas, campanhas de mobilização, plantio e distribuição de mudas, manejo fitossanitário da arborização urbana, reuniões para diagnósticos socioambientais, instalação de placas de identificação de áreas verdes e de preservação permanente. “Um dos principais resultados obtidos a partir desta prática é a aproximação e o reconhecimento por parte da população”, afirma o chefe da Divisão de Educação Ambiental da Semmas, Raimundo Araújo.