Prefeitura reforça a parceira com o Museu da Amazônia e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - Fato Amazônico

Prefeitura reforça a parceira com o Museu da Amazônia e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

A Prefeitura de Manaus reforçou a disposição em atuar em parceria com o Museu da Amazônia (Musa) e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), no desenvolvimento de iniciativas voltadas ao pleno funcionamento das estruturas instaladas no Jardim Botânico Adolpho Ducke – realização de atividades de educação ambiental, integrando comunidade, museu e visitação turística. A garantia do reforço à parceria foi dada pela secretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Kátia Schweickardt, e pelo presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos, (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, que estiveram presentes à solenidade de inauguração da mostra Peixe e Gente, promovida pelo Musa, no Jardim Botânico Adolpho Ducke, na Cidade de Deus.

A secretária Kátia Schweickardt, que representou o prefeito Arthur Virgílio Neto, na solenidade, explicou que a intenção da Prefeitura é estabelecer as bases para uma relação produtiva de trabalho. A inauguração da mostra marcou também a abertura de algumas das novas instalações do Musa no JB, a exemplo dos laboratório experimental e orquidário e bromeliário. O presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, enfatizou a disposição do órgão municipal de turismo em promover a efetiva inclusão do Jardim Botânico Adolpho Ducke no roteiro turístico do município, a partir dos investimentos feitos pelo Musa no local. Os secretários se dispuseram também em buscar a parceria de outras secretarias municipais para apoiar o projeto Musa.

O diretor do Musa, Enio Candotti, ressaltou que a proposta do Musa é mostrar a floresta amazônica do jeito que ela é, fazendo com que ela (a floresta) também seja protagonista, com exposições vivas e a proposta de mostrar a vida dentro da floresta. Ele lembrou que em breve novos equipamentos de visitação serão abertos ao público, entre eles a torre de contemplação, que terá 40 metros de altura e permitirá a visão de toda a floresta que integra o fragmento da Reserva Adolpho Ducke. Será o primeiro equipamento do tipo a ser instalado em Manaus, para uso turístico voltado à floresta na área urbana.