Presidente da Câmara de Parintins quer fim do monopólio da Tucunaré na venda de ingressos do festival - Fato Amazônico

Presidente da Câmara de Parintins quer fim do monopólio da Tucunaré na venda de ingressos do festival

Parintins – O presidente da Câmara Municipal de Parintins, vereador Rildo Maia (PSD), apresentou requerimento direcionado à empresa Tucunaré Turismo para que disponibilize no mínimo 50 ingressos do Festival Folclórico para outras empresas do município. De acordo com ele, a finalidade é não monopolizar a venda dos ingressos, além de aquecer e fomentar ainda mais a economia local.

O parlamentar frisou que o Festival Folclórico de Parintins é um dos pontos fortes do turismo na Ilha Tupinambarana. Contudo, disse Rildo Maia, os comerciantes e proprietários de agências de turismo reclamam a autorização de uma única empresa na disponibilização dos ingressos.

Ele diz que isso impossibilita a venda de pacotes, incluindo ingressos para o espetáculo, para outras empresas do segmento, o que infelizmente proporciona um desequilíbrio na economia local, ou seja, na circulação de recursos e investimentos no município. “Há muita reclamação por parte de moradores que vão em busca de comprar seus ingressos e que somente tem um ponto de venda, onde na maioria das vezes já se encontram esgotados, impossibilitando a entrada destes no Bumbódromo”, destacou Rildo Maia.

O vereador agradeceu ainda a direção da Eletrobrás Amazonas Energia por atender sua solicitação e realizar reparos no sistema de iluminação pública nas ruas próximas e atrás ao Galpão do Caprichoso. Disse ainda que vistoriou os trabalhos de reforma e ampliação desenvolvidos no Posto de Saúde Dr. Aldrin, no bairro Itaúna II, para que este seja entregue em tempo hábil aos moradores daquela área.