Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gesiel Gomes Nonato, 38; Normando Alves da Silva Neto, 25, e Tamires Marques da Silva, 20, foram presos em flagrante ontem (29) acusados de utilizarem anúncios em site de compras e vendas na Internet para aplicarem golpes.

O delegado Ricardo Cunha informou que as equipes de investigação do 6° DIP iniciaram as diligências em torno do caso após um homem de 35 anos, morador do município de Campos dos Goytacazes, no interior do estado do Rio de Janeiro, procurar a 134ª Delegacia de Polícia (DP) do lugar, e relatar que havia feito a compra, pela Internet, de um veículo da montadora Honda, modelo Honda Civic, na última segunda-feira (28/5). A vítima argumentou que efetuou o depósito no valor de R$ 41 mil, referente ao pagamento pelo veículo, mas que não havia recebido o bem.

“A delegada Natália Patrão, da 134ª DP de Campos dos Goytacazes, entrou em contato conosco e informou que alguns saques, relacionados ao dinheiro da vítima, estavam sendo efetuados em agências situadas em Manaus. Após tomarmos conhecimento do caso, demos início às diligências e conseguimos desarticular o esquema criminoso, com as prisões desses infratores”, explicou Ricardo Cunha.

O delegado disse que em ato contínuo, as equipes da unidade policial foram até uma agência bancária e confirmaram a veracidade da transferência. Para não levantar suspeitas, os infratores realizaram saques em distintas agências da capital. Quando obtiveram o valor de R$ 18 mil, o próprio banco bloqueou os saques.

“Tomamos conhecimento que Gesiel iria realizar o desbloqueio da conta na manhã de terça-feira (29/5). Nesse momento nós o prendemos, por volta das 9h30, no interior de uma agência bancária situada no Conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus. Ele afirmou ter sido convencido por Normando para fornecer a conta bancária e receberia R$ 2 mil pela ajuda”, disse o titular do 6° DIP.

Localização – Já preso, Gesiel indicou a localização de Normando. Por volta das 10h de terça-feira (29/5), os policiais civis do 6º DIP foram até a casa do rapaz, localizada na avenida Djalma Batista, bairro São Geraldo, zona centro-sul da cidade.

“Ao ser abordado pela nossa equipe, Normando informou que havia uma terceira pessoa envolvida no esquema criminoso: Edvagner, que seria o indivíduo responsável por guardar o dinheiro proveniente dos golpes”, relatou Cunha.

Por volta das 11h daquele mesmo dia os policiais civis chegaram à residência de Edvagner, localizada na rua T3 do bairro Compensa, zona-oeste de Manaus. Ao notar a presença da equipe do 6º DIP no imóvel, o infrator empreendeu fuga, abandonando a mulher, Tamires, no local. 

Dinheiro apreendido – Conduzida à unidade policial, a jovem confirmou, em depoimento, ter conhecimento do esquema criminoso. Ela confessou ser a responsável por guardar o dinheiro, juntamente com o companheiro. Na residência do casal os policiais civis recuperaram pouco mais de R$ 30 mil, provenientes de golpes aplicados, sendo R$ 18 mil da vítima de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, e R$ 12 mil possivelmente relacionados ao tráfico de drogas, em razão da significativa quantidade de moedas achadas no lugar.

Dinâmica do crime – Ricardo Cunha explicou que a quadrilha utilizava anúncios em sites de compras e vendas, mostrava fotos de um veículo que, de fato existe e está à venda, e exibia o bem com valores abaixo do preço praticado no mercado, a fim de captar clientes com mais facilidade.

O delegado destacou que a vítima de Campos dos Goytacazes terá os R$ 18 mil restituídos. A procedência dos R$ 12 mil restantes será investigada. O restante do dinheiro depositado pela vítima permanece bloqueado pelo banco na conta de Gesiel. A Justiça será informada para que não sejam efetuados saques do dinheiro, a fim de que o valor integral seja restituído à vítima.

Precaução – Cunha ressaltou a importância da população tomar cuidado com as facilidades existentes nos sites de compra e venda na Internet. Antes de fazer qualquer tipo de compra, a pessoa interessada deve se certificar de que o bem à venda realmente existe e buscar referências do anunciante para evitar ser enganada.

“Normando já tem passagens por crimes de menor potencial, como ameaça e perturbação da tranquilidade. As investigações para localizar Edvagner continuam em andamento. A equipe do 6° DIP disponibiliza à população o número do disque-denúncia da unidade policial: (92) 99292-1015, para que sejam repassadas informações relacionadas ao caso”, declarou a autoridade policial.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •