O delegado Ivo Martins, titular do 18° Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou na manhã desta quinta-feira (07/02), durante coletiva de imprensa, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável em nome de Andson Carvalho, 24, filmado na madrugada do dia 28 de janeiro deste ano, por volta das 5h30, abusando sexualmente de um morador de rua de 47 anos, com deficiência intelectual.

De acordo com a autoridade policial, o crime aconteceu na calçada de um mercadinho situado na rua Jericó, bairro Novo Israel, zona norte de Manaus, onde a vítima dormia. No momento da coletiva de imprensa, o delegado Jeff David Mac Donald, titular da 2ª Seccional Norte, parabenizou o trabalho da equipe do 18° DIP ao elucidar o delito.

“Mais um trabalho concluído com êxito pela Polícia Civil. Gostaria de elogiar o trabalho de investigação do 18° DIP, que esclareceu a dinâmica dos fatos, representou o pedido de prisão de Andson à Justiça e prendeu o infrator, que agora responderá pelo ato cometido”, enfatizou Mac Donald.

Ivo Martins ressaltou que populares encontraram a vítima sangrando e acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que conduziu o morador de rua ao Hospital e Pronto Socorro Doutor Aristóteles Platão Bezerra de Araújo, na zona leste de Manaus, onde a vítima passou quatro dias internada em razão da gravidade das lesões sofridas.

Imagens – O titular do 18º DIP enfatizou que logo após o crime ser formalizado, os policiais civis tiveram acesso às imagens captadas por câmeras de segurança do estabelecimento comercial, que registraram toda a ação criminosa. Em seguida as equipes iniciaram as investigações em torno do caso. 

“Ao identificarmos Andson como autor do delito, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome dele. A ordem judicial foi expedida no dia 5 de fevereiro deste ano, pela juíza Anagali Marcon Bertazzo, no Plantão Criminal. Prendemos Andson na manhã da última terça-feira (05/02), por volta das 10h, na casa onde ele morava, situada na travessa Oito de Abril, no bairro Novo Israel. Em seguida nós o conduzimos até a unidade policial, onde foram realizados os procedimentos cabíveis”, relatou Martins.

Durante depoimento na unidade policial, Andson alegou que no dia do delito esteve em uma festa e que supostamente uma pessoa teria colocado substâncias entorpecentes na bebida que ele tomava. Segundo Ivo Martins, o infrator confessou a autoria do crime, mas argumentou que não se lembrava dos fatos por estar alcoolizado.  

“A vítima possui elevado grau de deficiência intelectual e estava embriagada no dia do fato, porém, em depoimento na unidade policial, sob a tutela do irmão dela, teve noção do que aconteceu no dia do crime. Foi realizado exame de corpo de delito, que confirmou o estupro recente. A vítima relatou sentir muita dor até então”, informou Martins.   

Câmera flagra homem estuprando catador de latas, Polícia Civil já efetuou a prisão

Indiciamento – Andson foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis no 18° DIP, ele será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.