Policiais da Força Especial de Resgate e Assalto (FERA), estiveram em Coari na manhã deste sábado para cumprir os mandados de prisão preventiva expedidos pelo desembargador Djalma Martins, do Tribunal de Justiça do Amazonas, contra o chefe de gabinete Eduardo Jorge de Oliveira Alves, o secretário de Terras e Habitação Francisco Erimar Torres de Oliveira, a funcionária pública Alzenir Maia Cordeiro, conhecida como “Show” e os irmãos Anselmo do Nascimento Santos e Elias do Nascimento Santos.

Todos acusados de envolvimento no esquema de exploração sexual infantil no município de Coari, que seria comandada pelo prefeito Adail Pinheiro, que também teve o mandado de prisão decretado, mas ainda não foi preso. O advogado de defesa, Alberto Simonetti, já ingressou com o pedido de habeas corpus e aguarda a decisão para apresentar ou não o seu cliente.

Caso não consiga o habeas corpus, o defensor negociará, ainda, a entrega de Adail Pinheiro, mas com garantias de uma cela especial em um dos Batalhões da Polícia Militar.