Primeira Audiência Pública sobre Plano de Mobilidade Urbana é marcada para dia 28 de abril - Fato Amazônico

Primeira Audiência Pública sobre Plano de Mobilidade Urbana é marcada para dia 28 de abril

A Comissão de Transportes, Viação e Obras Públicas da Câmara Municipal de Manaus (COMTVOP/CMM) realizará no dia 28 de abril, a partir das 14h, a primeira Audiência Pública para tratar da elaboração do Plano de mobilidade Urbana da cidade. A data foi decidida de comum acordo com todos os membros que participaram da reunião extraordinária da comissão, realizada ontem. Além disso, a comissão começou a listar os prováveis convidados e a própria metodologia que deverá ser usada na audiência.

De acordo com o presidente da comissão, vereador Rosivaldo Cordovil (PTN), a audiência se faz necessário devido a importância que tem o plano para a cidade. “Nós estamos correndo contra o tempo. Manaus tem até o início do ao que vem para elaborar o seu plano, pois se não fizer, ficará sem receber recursos federais para a mobilidade”, afirmou.

Como membro da comissão, o vereador Waldemir José (PT) ressaltou a parte técnica na elaboração do plano. “Precisamos ouvir técnicos que já passaram por essa experiência. Por isso, a audiência é fundamental, até mesmo para demonstrar transparência nas ações do Poder Público”, disse. Outro participante, o vereador Walfran Torres (PTC), salientou a participação popular na elaboração do plano. “Mesmo sendo um trabalho técnico, precisamos garantir que a população participe, pois no fundo é para ela que trabalhamos”, confirmou o vereador.

Entre os prováveis convidados estão os principais órgãos ligados á mobilidade. SMTU (transportes), Manaustrans (trânsito), Implurb (planejamento), Seminf (infraestrutura) e Semef (recursos financeiros). Além disso, os membros da Comissão de Transporte estão convidando também os diversos segmentos da sociedade civil organizada como sindicatos, profissionais autônomos e associação de moradores. Ficou acertado ainda que a comissão vai se esforçar para trazer especialistas de cidades que já elaboraram o plano.