Profissionais da saúde participam de reunião para aperfeiçoar estratégias de atuação na Copa - Fato Amazônico

Profissionais da saúde participam de reunião para aperfeiçoar estratégias de atuação na Copa

A XIV Reunião da Câmara Temática da Saúde para a Copa do Mundo da FIFA Brasil™2014 começou na noite desta quarta-feira, 19, em Manaus, com a presença de representantes das 12 cidades que são sedes dos jogos no país. A abertura do evento foi no salão Rio Solimões, do Centro Cultural Palácio Rio Negro.

Organizado pelo Ministério da Saúde, o evento conta com a participação de 150 representantes das 12 secretarias municipais de saúde e das 12 secretarias estaduais de saúde das sedes dos jogos no Brasil, além de representantes do Governo Federal. Juntos, eles trocarão experiências e traçarão propostas de melhorias nos planos de prevenção às doenças e de promoção à saúde que foram elaborados para o período das partidas.

Durante a abertura da XIV Câmara Temática, o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, destacou a importância da troca de experiências entre as cidades e os estados para a melhoria dos planos operativos da saúde para a Copa. Segundo ele, o plano de ações de saúde já está sendo desenvolvido desde o ano passado em Manaus, de forma integrada com o Governo do Estado. A expectativa é de que os jogos ocorram de forma tranquila, mas, em casos de incidentes, os serviços de saúde estarão preparados para realizar o atendimento.

“O plano operativo de saúde prevê ações antes, durante e depois da Copa do Mundo. A preocupação maior é a reintrodução de doenças como o sarampo em Manaus, que há nove anos não é registrado na cidade. No final do ano passado e início deste ano, os estados de Pernambuco e Ceará registraram casos de sarampo, o que mostra que a reintrodução da doença é um risco que deve ser levado em consideração na elaboração das ações do plano para a Copa do Mundo”, explicou Melo.

O coordenador do grupo de Eventos de Massa do Ministério da Saúde, Adail de Almeida Rollo, garante que o Sistema Único de Saúde (SUS) está preparado para atender a população durante os jogos. Segundo ele, a expectativa é de que não ocorra nenhuma sobrecarga de atendimento nos serviços de saúde. “A experiência da Copa das Confederações e de outros eventos esportivos de grande porte confirma que, dentro das arenas, apenas 2% dos participantes precisam de consultas médicas e, desse total, apenas 0,2% necessitam ser removidos para hospitais”, explicou o coordenador.

A XIV Câmara Temática é a última a ser realizada pelo Ministério da Saúde antes da Copa do Mundo e terá continuidade nesta quinta-feira, 20, e sexta-feira, 21, no Quality Hotel Manaus, localizado na avenida Mário Ypiranga Monteiro, 1090, Adrianópolis, de 8h30 às 18h, quando serão abordados temas como “Saúde em eventos de massa no Amazonas”, “Plano operativo da saúde para a Copa”, “Epidemiologia e controle das doenças de transmissão vetorial”, “Plano operativo da saúde nas arenas”, “Vigilância e resposta às principais doenças transmissíveis”, “Doenças de transmissão hídrica e alimentar”, “Vigilância e resposta às principais doenças transmissíveis”, “Doenças de transmissão vetorial e zoonoses”, “Doenças de transmissão respiratória e imunopreveníveis”, “Planos de emergência nos hospitais”, “Importância dos planos de emergência e diretrizes nacionais”, “Atenção em saúde ao viajante nacional e internacional” e “Linhas de cuidado do trauma e AVC”. Também haverá apresentação das experiências executadas em outros municípios e estados que irão sediar os jogos.