Programa ambiental da Amazonas Energia realiza soltura de tucanos no rio Uatumã - Fato Amazônico

Programa ambiental da Amazonas Energia realiza soltura de tucanos no rio Uatumã

A Eletrobras Amazonas Energia, por meio do Centro de Preservação e Pesquisa de Mamíferos e Quelônios Aquáticos (CPPMQA) realizou a soltura de dois tucanos (Ramphastus tucanus) nas proximidades do lago Calabar no rio Uatumã, no município de Presidente Figueiredo.

A ação faz parte dos programas socioambientais da Eletrobras Amazonas Energia e tem como objetivo a reabilitação e posterior soltura de animais que foram debilitados por ação, principalmente, do homem, além de outras espécies predadoras.

De acordo com técnicos do Centro é muito comum a chegada de filhotes órfãos, vítimas do tráfico de animais, da caça dos pais ou abandono do ninho devido às queimadas. Em casos raros como esse, a soltura desses animais é possível.

Os animais haviam sido apreendidos pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e trazidos ainda jovens ao Centro para que fosse feita a reabilitação. Após um tempo em recuperação, os tucanos foram observados diariamente e considerados aptos à soltura.

Assim que foram liberadas, as aves se acomodaram nas árvores próximas e começaram a se alimentar por conta própria. A soltura foi feita na última semana.

“Foi um dia de muita alegria para a equipe de Meio Ambiente da empresa, pois esses animais estavam há algum tempo em cativeiro em fase de recuperação. As ações de soltura de animais são muito importantes para nós, pois representam o fechamento de um ciclo cujo resultado é a melhoria das condições ecossistêmicas na Amazônia”, disse o gerente de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental da Eletrobras Amazonas Energia, Thiago Flores.

Animais silvestres

Além de trabalhar com projetos socioambientais que têm como foco, a conservação do peixe-boi-da-Amazônia e da reprodução de quelônios da região, o CPPMQA trabalha com ações de reabilitação de outros animais silvestres como: lontra, ariranha, anta, araras, papagaios, tucanos e cobras.

O Centro está sob a administração da Eletrobras Amazonas Energia e passa por fase de estudos para a realização da soltura de peixes-bois-da-Amazônia. Atualmente, pelo menos 53 mamíferos vivem no local.