Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa do Governo Federal, Identidade Jovem, ou simplesmente ID Jovem, foi lançado oficialmente na última sexta-feira (24), em solenidade realizada no salão Bossa Nova, na Arena da Amazônia, Zona Centro-Sul de Manaus. O evento, promovido pelo Governo do Estado, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), contou com a presença do secretário Nacional de Juventude, Francisco de Assis Costa Filho.

Além da titular da Sejel, Janaina Chagas, a deputada Alessandra Campelo, representando a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), e o vereador Françoar Vieira da Silva Matos, representando a Câmara Municipal de Manaus (CMM), além de outras autoridades, também participaram da cerimônia. Alunos da Rede Pública do Estado prestigiaram o evento, que teve ainda apresentação de ginástica rítmica, com as atletas Giovanna Almeida e Caritas Souza, apresentação de grupos de hip hop e dos cantores Mailson Mendes e Yana Ira.

O “ID Jovem” é um documento que garante acesso à meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos, além de descontos em viagens interestaduais aos jovens com renda mensal de até dois salários mínimos e idade entre 15 e 29 anos. Para isso, é necessário estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal, com informações atualizadas há pelo menos 24 meses.

Beneficiados – Segundo o secretário Francisco Assis, quase meio milhão de jovens será beneficiado no Amazonas. “Através da identidade Jovem, esse programa federal que chegou ao Amazonas, os jovens passarão a ter direito da metade do preço, em eventos culturais e esportivos, isso quer dizer que todos os shows, cinemas, circos e teatros, que ofertarem acesso ao público cobrando algum valor, terão que cobrar a metade do preço aos jovens de baixa renda”, comentou Assis.

Além do direito da meia-entrada, o ID Jovem garante ainda passagens interestaduais gratuitas. Cada jovem tem direito a quatro passagens, duas gratuitas e duas pela metade do preço. Isso vale para viagens de barco e ônibus. Com o Identidade Jovem, o estudante da rede pública também garante a isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  

“Quero dizer aos jovens amazonenses que eles têm valor e que o Governo do Amazonas, junto com o Governo Federal, está unido para defender o direito deles e com toda a força garantir a inclusão social. Quero agradecer ao secretário nacional, Francisco Assis, pela oportunidade de termos no Amazonas um programa como o ID Jovem, com benefícios específicos para os nossos jovens”, comentou a titular da Sejel, Janaina Chagas.

Emissão – A emissão do “ID Jovem” pode ser feita por meio de aplicativo do celular ou pela internet, no site do programa (http//idjovem.caixa.gov.br). É necessário ter em mãos o número deIdentificação Social (NIS) impresso no Cartão Cidadão, extrato do FGTS e a Carteira de Trabalho.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •