Proidoso descentraliza e expande atividades voltadas à terceira idade - Fato Amazônico

Proidoso descentraliza e expande atividades voltadas à terceira idade

Incrementar o convívio social e melhorar a qualidade de vida dos idosos é a proposta da Prefeitura de Manaus, que irá descentralizar e expandir as atividades socioesportivas oferecidas pela Fundação Doutor Thomas (FDT), por meio do Programa de Inclusão de Idosos no Lazer e Recreação, (Proidoso). A abertura dos trabalhos aconteceu nesta quinta-feira, 03, no ginásio do Parque Municipal do Idoso (PIM), e contou com a presença do cantor Fagner, convidado do prefeito Arthur Virgílio Neto.

O prefeito explicou que o Proidoso vai se somar a todo o trabalho que já é desenvolvido pela Fundação Doutor Thomas de forma centralizada. “Temos uma preocupação especial com a terceira idade, por isso queremos levar as atividades aos bairros para que outros idosos tenham mais qualidade de vida”.

Ele destacou ainda que levou o cantor Fagner ao evento em virtude de serem velhos amigos, o que também foi lembrado pelo cantor. “Eu e o Arthur nos identificamos muito na ideologia do que queremos para esse país. Também tenho uma instituição, mas voltada para 400 crianças no Ceará. Por isso estou muito feliz conhecendo o trabalho que a prefeitura faz com todos estes idosos”, disse Fagner, antes de atender ao pedido do público e cantar um dos seus sucessos.

Núcleos

O Proidoso irá atender, inicialmente, o público da terceira idade de nove bairros de Manaus, oferecendo atividades física, esportivas, lúdicas e culturais. “O programa vai oferecer atividades para quem não mora próximo ao Parque do Idoso. Sabemos que a demanda irá aumentar, por isso pretendemos expandir de nove para 24 os pontos onde serão realizadas as atividades”, disse a diretora–presidente da FDT, Marta Cruz.

Inicialmente, serão atendidos os bairros do Japiim, Santo Antônio, Manoa, Armando Mendes, São Jorge, Alvorada, Petrópolis, Lírio do Vale e Jorge Teixeira.

O idealizador do programa, Aldévio Praia Junior, destacou o número de participantes contemplados e a qualidade dos profissionais que irão compor as coordenações das equipes. “Serão 900 idosos atendidos inicialmente pelo programa. Todos orientados por uma equipe técnica formada por profissionais com larga experiência em desenvolver atividades com idosos”.

Ao todo, 40 pessoas formam a equipe de trabalho dos núcleos, entre coordenador geral, auxiliares técnicos, supervisores, coordenadores dos núcleos e estagiários.