Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jovens pensionistas da Manaus Previdência que quiserem se inscrever para disputarem uma vaga no mercado de trabalho terão todo o apoio do Centro de Integração Empresa Escola (Ciee) para passarem por todas as etapas do processo até atingirem sua meta. O auxílio vai desde a elaboração de um currículo até a cessão de computador e internet na sede da entidade, para a inscrição no banco de dados da instituição.

A boa notícia norteou o conteúdo da programação do Ciee aos pensionistas do município no último dia de trabalho do projeto “Pensando o Futuro”, iniciado na terça-feira, 19/6, com a participação de outra parceira da previdência municipal nesse propósito, a Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad).

“Os relatos dos acompanhantes dos jovens corroborou aquilo que já havíamos percebido e foi o propulsor do projeto: a maioria dos jovens e seus respectivos responsáveis não tinham claro que o momento do fim da pensão chegaria e muito menos as oportunidades de qualificação, estágios e empregos que cada um poderia se habilitar a ocupar”, destacou o diretor-presidente da Manaus Previdência, Silvino Vieira.

O projeto é inédito no Amazonas e visa auxiliar jovens pensionistas de Manaus, na faixa etária de 16 a 24 anos, em sua inserção no mercado de trabalho durante ou após o término da concessão da pensão, por força de leis específicas. O projeto abordou tanto o desenvolvimento pessoal e profissional dos pensionistas em dois dias de atividades, 19 e 20/6, na sede da autarquia.

Tendo as assistentes sociais Ingrid Lira e Ariana Mendes como facilitadoras das ações do Ciee, os jovens puderam conhecer melhor a estrutura e o modus operandi da instituição, assim como seus programas, além de receberem informações de como preparar um currículo e se portarem numa entrevista. “A única exigência para estarem aptos a entrarem em nosso banco de dados é comprovarem que estão estudando”, destacou Lira aos jovens.

Segundo Mendes, hoje o banco de dados do Ciee no Amazonas é de aproximadamente 20 mil jovens. Podem se inscrever estudantes de 14 a 21 anos, à medida que aos 24 devem estar se desligando do projeto, por atingirem a idade limite.

Segundo a coordenadora do Setor de Psicossocial da Manaus Previdência, Darla Gondim, o objetivo do “Pensando o Futuro” foi alcançado com a socialização das informações relacionadas ao mercado de trabalho. A segunda edição do projeto já está confirmada e vai acontecer em 2019, em data ainda a ser definida. “As parabenizações e agradecimentos dos pensionistas demonstraram o acerto desse novo projeto da Prefeitura e vamos continuar trabalhando como novos pensionistas que vão entrando na lista de segurados da previdência municipal, preparando-os, também, para uma nova etapa em suas vidas”, pontuou Darla.

Sobre o Ciee

O Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos e de fins não econômicos, reconhecida como entidade de assistência social que, por meio de diversos programas, dentre eles o de aprendizagem e o estágio de estudantes, possibilita aos adolescentes e jovens uma formação integral, ingressando-os ao mundo do trabalho.

Com mais de 54 anos de existência, o maior objetivo da organização é encontrar, para os estudantes de nível médio, técnico e superior oportunidades de estágio ou aprendizado, que os auxiliem a colocar em prática tudo o que aprenderam na teoria. Em Manaus, a instituição funciona na rua João Alfredo, 453, São Geraldo, zona Centro-Sul. 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •