Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e dos Estados Unidos, Donald Trump, se reunirão no dia 30 de novembro em Buenos Aires, durante o encontro do G20, informou o Kremlin nesta sexta-feira.

“Durante o G20, (a reunião) será prolongada e substanciosa, enquanto a de Paris (em 11 de novembro) será curta”, disse Yuri Ushakov, assessor presidencial, à imprensa russa.

Os governantes se encontraram pela primera vez na cúpula anterior do G20, que aconteceu em julho de 2017 em Hamburgo, e realizaram a única cúpula entre ambos um ano depois em Helsinque.

Os principais assuntos da agenda serão os planos de Washington de abandonar o tratado de eliminação de mísseis nucleares de curto e médio alcance (INF), que Trump considera “obsoleto”, o que Putin acredita que provocará uma “corrida armamentista”.

O Kremlin já tinha confirmado a reunião entre Putin e Trump para o dia 11 de novembro em Paris, como parte dos atos comemorativos do centenário do fim da Primeira Guerra Mundial.

“Certamente, seria útil continuar o diálogo direto com o presidente dos Estados Unidos”, disse Putin ao receber há dez dias no Kremlin o assessor de segurança nacional do país, John Bolton.

Segundo a presidência russa, Putin está disposto a estudar uma possível visita aos Estados Unidos no primeiro semestre de 2019, para uma nova reunião com Trump. (EFE)