Quarteto é preso com drogas na zona Leste da cidade após denúncia - Fato Amazônico

Quarteto é preso com drogas na zona Leste da cidade após denúncia

Policiais 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), prenderam ontem (6), por volta das 13h, Marcos Paulo Menezes de Melo, 24, e Magaiver Antônio Pereira Coquinche, 27, Wallace Ferreira Jinkings, 20, conhecido como “Gago” e Hermerson Duarte Alves do Nascimento, 23, acusados de tráfico de drogas na zona Leste da capital.

De acordo com o delegado Raphael Campos, as prisões ocorreram após o recebimento de denúncias anônimas, informando a comercialização de substâncias entorpecentes na Avenida Itaúba, localizada no bairro Jorge Teixeira.

Marcos Paulo e Magaiver Antônio Pereira foram abordados e posteriormente presos no momento em que trafegavam pela via em um veículo da montadora Ford, modelo Ranger, de cor prata e placas NPA-8810. Com eles foi apreendido um tijolo e meio de substância com aparência de cocaína, além de R$ 654 em espécie.

Wallace Ferreira e Hermerson Duarte também estavam no local, a bordo de um carro modelo Fox, de cor cinza e placas JXF-9314. Dentro do automóvel os policiais encontraram R$ 5 mil em espécie, que, segundo os infratores, seriam utilizados para comprar entorpecentes.

“Diante das características repassadas fomos ao local e lá identificamos os quatro infratores em via pública, no momento em que iriam realizar a negociação do material ilícito. Eles ainda tentaram fugir, mas as equipes conseguiram agir em tempo hábil”, informou o titular do 30º DIP.

Ainda durante a abordagem policial, os investigadores souberam que na casa de “Gago” achariam mais drogas. No local, na Rua A do bairro Santa Inês, foram encontrados 31 tabletes de substância com características de skunk e três porções de substância com aparência de cocaína.

Na unidade policial o delegado Raphael Campos entrou em contato com os investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e constatou que “Gago” tinha um mandado de prisão em nome dele em aberto por envolvimento em homicídio, expedido no dia 13 de janeiro deste ano pela juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma de Oliveira Cunha.

“O crime ocorreu no dia 26 de setembro de 2014, no bairro Novo Aleixo, zona Norte da capital. Na ocasião, o comerciante Raimundo Souza Aguiar, que tinha 39 anos, foi alvejado com dois tiros na cabeça e dois no tórax, no momento em que tomava café dentro de um mercadinho”, relatou o delegado.