Requerimento de vereador de Parintins pedindo doação de terreno a "pobre" dono de auto-escola é barrado na Câmara - Fato Amazônico

Requerimento de vereador de Parintins pedindo doação de terreno a “pobre” dono de auto-escola é barrado na Câmara

Os vereadores da Câmara de Parintins reprovaram ontem ( 31) o requerimento do vereador Gelson Moraes que solicitava da Casa Legislativa doação um terreno para um "pobre" empresário Nezias Brelaz, dono da Paris Auto-Escola, a única do município, que fica localizada na rua Alcides Seixas, bairro do São Francisco.

Gelson colocou na pauta de votações ontem e travou uma briga acalorada em plenário tentando convencer a seus que o terreno deveria ser doado ao "humilde" empresário. Foram sete votos a 1 e uma abstenção o resultado da votação, que acabaram com as pretensões do parlamentar, que pela batalha deveria está muito interessado na aprovação de seu requerimento.

“Amanhã eu vou pedir que a Prefeitura também doe um terreno para o meu pai, que trabalha no ramo de panificação e pedir que ele doe alguns pães para a população”, em contrapartida”, ironizou o vereador Ray Cardoso.

“Quem vai ganhar com a doação deste terreno é a população que terá uma área maior para os exames quando tirar Carteira de Habilitação. Não votando no projeto vocês estão votando contra a população”, protestou Gelson.

“Quem está contra a população é você que quer que a Prefeitura doe um terreno do município para uma empresa privada”, disparou Mateus Assayag.

Gelson foi aconselhado a retirar o requerimento, mas ele insistia na matéria, recebendo críticas também de Maldson Araújo, Juliano Petro Velho e Rildo Maia. Além dos cinco vereadores votaram contra a proposta Vanessa Gonçalves e Carlos Augusto das Neves. Gelson obteve apenas o voto dele mesmo.

Nem mesmo o companheiro inseparável de Gelson, cabo Ernesto, votou a favor dele. “Vou me abster porque parceiro é parceiro”, afirmou Ernesto. A sessão ordinária foi presidida pelo vice-presidente Nelson Campos da Caixa.

Fonte – DeAmazonia