Rocam e Força Tarefa da SSP prendem falso PM com armas, fardas, coletes e motocicleta do Ronda no Bairro - Fato Amazônico

Rocam e Força Tarefa da SSP prendem falso PM com armas, fardas, coletes e motocicleta do Ronda no Bairro

O falso policial militar, Rodrygo de Araújo Apoliano, foi preso na madrugada desta terça-feira por policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública. O mais incrível da prisão que mesmo sem ser PM, foram apreendidos com ele uma motocicleta do Ronda do Bairro, fardamento da instituição, carregador de pistola PT 840, equipamentos táticos, algemas e três coletes balísticos da Polícia Civil.

O secretário executivo-adjunto do programa Ronda no Bairro, coronel Raimundo Roosevelt da Conceição, acompanhou a prisão do falso policial.

Rodrigo foi preso, quando trafegava em um Fiat Pálio, de cor branca e placas OAD 5292. Na abordagem, ele se identificou como policial militar, mas logo confessou que não era. No carro, foram encontrados além do material policial uma porção de maconha e na casa dele 40 trouxinhas de maconha e mais três de cocaína.

A motocicleta do Ronda no Bairro, estava estacionada em frente a casa de Rodrygo

De acordo com os policiais, Rodrygo Araújo, fez o concurso para a Polícia Militar, mas não passou na primeira fase da prova, mas foi à Justiça e no dia 4 de abril de 2012, o juiz Everaldo da Silva Lira, da Vara de Registros Públicos e Precatórias da Capital, concedeu liminar e ele determinando a inclusão de no Curso de Formação de Soldado.

A liminar, foi cassada dia 16 de agosto de 2012, pelo juiz Ronnie Frank Torres Stone, da 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual da Comarca de Manaus.

Em 30 de abril do ano passado, Ronnie Frank, julgou improcedente a ação de Rodrygo Araújo e o condenou por litigância de má-fé (alterar a verdade dos fatos) e ainda determinou o pagamento de 20% de multa do valor e ao pagamento dos honorários advocatícios fixados em R$ 5 mil.